Wickens recebe alta de hospital alemão após acidente em Nürburgring

Robert Wickens recebeu alta após acidente no Nürburgring Endurance Series. Pretende retornar às corridas na etapa de Laguna Seca do Michelin Pilot Challenge em maio.

O piloto canadense Robert Wickens recebeu alta do hospital alemão onde estava internado após sofrer um forte acidente durante o Nürburgring Endurance Series, disputado no último sábado (6), no tradicional circuito de Nordschleife.

Wickens, que compete com um Hyundai Elantra TCR da equipe Bryan Herta Autosport, parou na barreira de pneus por motivos desconhecidos. Ele foi levado de helicóptero ao hospital em Koblenz, na Alemanha, alegando dores no peito. Ele participou da corrida com objetivo de receber a licença para disputar as 24 Horas de Nürburgring.

Relacionadas


“Obrigado mais uma vez a todos na pista e no hospital pelo cuidado nos últimos dias”, disse Wickens. “Estou voltando para casa hoje para me preparar para o nosso evento IMSA em Laguna, no início de maio. Estou ansioso para voltar à Alemanha no futuro e tentar novamente o ‘Ring’. Muito obrigado aos fãs, familiares e amigos por todas as mensagens. Vejo todos vocês na pista em breve”, completou.

:seta_para_frente: Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
:seta_para_frente: Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Robert Wickens é campeão (Foto: Reprodução)

Wickens, que é atual campeão do Michelin Pilot Challenge TCR, deve voltar às competições na etapa de Laguna Seca do campeonato, que acontece entre os dias 10 e 11 de maio, no circuito de Laguna Seca, nos Estados Unidos. Ele faz parceria com Harry Gottsacker.

Em 2018, durante a realização das 500 Milhas de Pocono, a 14ª etapa da Indy, Wickens sofreu um acidente impressionante logo na volta de abertura da prova, quando tocou a roda traseira esquerda da Andretti de Ryan Hunter-Reay, ganhou impulso e atingiu as grades de proteção da pista com violência. Como resultado, o piloto canadense fraturou as duas pernas e o braço direito, além de contusões no pulmão e na medula espinhal — o que, infelizmente, o fez ficar paraplégico. Desde então, Robert usa controles manuais para manipular o acelerador, o freio e a embreagem, sistema que pode ser desligado para que os co-pilotos possam guiar o carro de maneira mais regular.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias do GP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.