Sette Câmara aponta sucesso de Nasr, mas descarta Endurance no futuro próximo

Sergio Sette Câmara ainda não sabe o que vai fazer em 2020, mas já sabe o que não quer. Apesar de ver o Endurance com bons olhos, o mineiro admitiu que não se vê no mundo das corridas de longa duração no momento

Sergio Sette Câmara ainda não definiu o que vai fazer em 2020, mas já sabe o que não quer. Apesar de reconhecer as categorias de Endurance como bastante importantes, não se vê nas provas de longa duração no momento.
 
Um bom exemplo de piloto que se destacou na categoria foi Felipe Nasr. Após uma passagem apagada na Fórmula 1 por conta de uma pouco competitiva Sauber, se mudou para os Estados Unidos para disputar o SportsCar. Lá, conquistou o título de 2018 e foi vice-campeão em 2019.
 
Apesar de citar o sucesso do compatriota, Sette Câmara admitiu ainda não pensar no Endurance. “Ainda não. O Nasr foi por esse caminho depois de ter passado pela Fórmula 1 e tal”, falou ao GRANDE PRÊMIO.
Sette Câmara ainda não pensa em seguir os passos de Felipe Nasr (Foto: Cauê Moalli/Grande Prêmio)

“Acompanho ele pelo Instagram, ele parece estar feliz lá, isso com certeza encontrou uma forma de correr, se dar bem, ter satisfação, estar competindo”, continuou.
 

“Esse é nosso objetivo, isso sim é ter sucesso, espero encontrar um lugar assim para mim, mas não sei se nessa altura é um campeonato de Endurance ainda”, encerrou o competidor.
 
O mineiro ainda está para definir seu caminho para 2020. O jovem piloto ainda não fechou uma vaga na Fórmula 2, mas chegou a ser ligado à Indy, categoria que ele vê com bons olhos e admitiu achar interessante.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube