Trio feminino da Richard Mille disputa temporada completa do Mundial de Endurance

Tatiana Calderón, Beitske Visser e Sophia Flörsch disputaram juntas a temporada 2020 da European Le Mans Series. Agora, o desafio da Richard Mille Racing será no WEC

O trio feminino de endurance formado por Tatiana Calderón, Sophia Flörsch e Beitske Visser dará um importante passo em 2021. Agora, as pilotas que formam a Richard Mille Racing Team vão competir na temporada completa do WEC

A equipe feminina formada com apoio da Richard Mille, fabricante suíça de relógios, competirá na classe LMP2, a mesma em que disputaram as 24 Horas de Le Mans de 2020 e completaram na nona posição.

Imagem
O carro LMP2 da Richard Mille Racing (Foto: Reprodução/Richard Mille Racing)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Estamos felizes em continuar na aventura da Richard Mille Racing Team. É um projeto extremamente motivador e que transcende a dimensão do esporte gerando muita emoção e entusiasmo. Estamos dando um passo à frente ao entrar no WEC, mas estamos confiantes pelas habilidades e a curva de aprendizado de nossas três pilotos”, comentou Philippe Sinault, chefe da Signatech Automobiles, que opera a equipe.

Na temporada passada, Calderón, Flörsch e Visser competiram na European Le Mans Series, e fecharam o campeonato na décima colocação. O melhor resultado foi o quinto lugar nas 4 Horas de Le Castellet.

O trio da Richard Mille será uma das duas equipes inteiramente femininas do WEC em 2021. A Iron Lynx Ferrari terá Rahel Frey, Michelle Gatting e Manuela Gostner, outro time que também era parte do European Le Mans Series e vai competir no WEC, mas na classe LMGTE-Pro.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube