FE

Piquet acirra rivalidade e acusa Di Grassi de bloqueá-lo durante classificação: “Ele ferrou minha volta”

Durante a classificação para o ePrix de Mônaco, Nelson Piquet Jr afirmou que Lucas Di Grassi bloqueou sua passagem de propósito, atrapalhando seu giro rápido. O representante da China não deixou barato, dizendo que não tem nem como compará-los, já que sempre andou na frente do adversário compatriota

Warm Up / NATHALIA DE VIVO, de São Paulo
 A classificação para o ePrix de Mônaco, neste sábado (9), deu o que falar. Quando Nelson Piquet Jr saiu para sua volta rápida, ele acabou preso atrás de Lucas Di Grassi, acusando-o ao vivo de ter feito de propósito para arruinar seu tempo.

Na entrevista após sair da pista, Nelsinho não poupou as críticas para o representante da Audi ABT, afirmando que ele fez deliberadamente. “É hilário. Ele é o cara que vive reclamando dia e noite sobre bloquear durante as classificações e obviamente ele bloqueou meu último setor”, disse.

“Ele poderia ter dado espaço para mim e eu teria dado minha volta rápida, mas ele preferiu ferrar com a minha volta. Era uma volta fácil que eu poderia conseguir a pole, mas ele me bloqueou, então espero que os comissários tomem as atitudes certas."
Clima tenso entre Di Grassi e Piquet (Foto: Reprodução/Twitter)
A rivalidade entre Di Grassi e Piquet sempre foi forte. Os pilotos já dividiram as pistas em diferentes categorias pelo mundo, desde kart até categorias de base, como a F3 Inglesa e a GP2. Mas o negócio azedou foi com a aproximação da F1.

Logo que a Renault lançou um programa de desenvolvimento de pilotos, viu em Lucas Di Grassi um potencial representante. As partes chegaram a um acordo em 2004. Com o passar do tempo, Di Grassi virou piloto de testes, mas nunca teve propriamente uma chance na categoria, sendo levado em banho-maria. Foi ai que surgiu Piquet, que cavou um lugar na equipe e virou tambem test-driver.

Na hora H, quem foi promovido a titular foi Piquet, algo que aconteceu em 2008, para ocupar a segunda vaga ao lado de Fernando Alonso. O que aconteceu com Nelsinho, todos sabem: a batida em Cingapura e a consequente mácula, que o tirou da F1 no meio de 2009. Insatisfeito, Di Grassi deixou a Renault e acabou só chegando à F1 pelas mãos da Virgin.

Sobre o histórico de ambos, Piquet foi direto. “Toda vez que eu corro contra ele, estou à frente, não interessa a categoria, então não tem necessidade de comparação”, finalizou o piloto.

Di Grassi está sob investigação por conta do lance em cima do rival compatriota.