19º, Fittipaldi revela superaquecimento no motor que forçou pit-stop em Abu Dhabi

Pietro Fittipaldi ignorou a 19ª colocação em Abu Dhabi e valorizou a experiência de finalmente competir na Fórmula 1. Brasileiro revelou que problemas de superaquecimento fizeram Haas realizar novo pit-stop nas voltas finais

Pietro Fittipaldi fechou o GP de Abu Dhabi, disputado neste domingo (13), em 19º. O brasileiro guiou a Haas pela segunda vez em uma corrida, substituindo o lesionado Romain Grosjean, que se recupera de ferimentos por conta do grave acidente sofrido no Bahrein, duas semanas atrás.

Feliz pela experiência, Pietro revelou que o superaquecimento do motor forçou um pit-stop extra nas voltas finais da corrida. O brasileiro tinha chance de completar a corrida à frente do companheiro de equipe Kevin Magnussen.

“Foi bom. Vim para este fim de semana mais confiante, mais preparado. Fiquei feliz com a classificação ontem, não foi ideal, mas estive ali. Na corrida, tivemos bom ritmo dentro do nosso limite. Economizei pneus no começo, passei o Kevin, estava perto de uma Williams e parecia bom, nosso ritmo era bom, mas tivemos um problema de superaquecimento no motor e precisamos de um novo pit-stop. Isso matou nossa corrida, estávamos brigando”, declarou em entrevista ao F1 Post-Race Show

HAAS; F1; FÓRMULA 1; PIETRO FITTIPALDI; GP DE ABU DHABI;
Pietro Fittipaldi fez sua segunda corrida na Fórmula 1 (Foto: Haas)


Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Kevin é uma grande referência, me ajudou no fim de semana inteiro, e estar ultrapassando e brigando com ele na pista e os outros carros da Williams foi bom. Estou feliz com o que mostramos. Triste pelo motor, mas é fora do nosso controle”, seguiu.

Fittipaldi também falou sobre o futuro na Fórmula 1. O brasileiro tratou de agradecer a Haas pela chance de correr, mas admitiu que a Indy parece ser o plano perfeito para sua carreira em 2021.

“Estas corridas foram muito importantes para mim. Ter a oportunidade na F1, ser contratado por um time e não comprar uma vaga. Queria agradecer Gene [Haas] e Günther [Steiner] pela contratação. É uma oportunidade incrível, é difícil ter isso, vai me abrir portas no ano que vem. Quero manter o pé na Fórmula 1, mas preciso pensar nos meus planos. Indy seria perfeita para mim, espero ter notícias em breve”, concluiu.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar