4°, Leclerc reclama de pneus duros e diz que Ferrari esteve “muito devagar”

Charles Leclerc perdeu, na pista, o pódio para Sebastian Vettel. E, depois do GP da Hungria, lamentou bastante o desempenho de sua Ferrari, com fortes reclamações

Não foi um dia fácil em Hungaroring para Charles Leclerc. Terceiro colocado por boa parte da prova, após uma largada em que ganhou posições, ele não conseguiu ir ao pódio neste domingo (4).

Na segunda metade da prova, a estratégia da Ferrari deu frutos à Sebastian Vettel, que rendeu mais que o companheiro com pneus macios. Leclerc, com duros, foi ultrapassado pelo #5 no final da corrida – em boa batalha na pista.

Charles Leclerc (Foto: Ferrari)
Paddockast #27
Schumacher e Vettel: UNIDOS POR UM RECORDE

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Mas o monegasco não gostou – não da manobra do companheiro, e sim do que a Ferrari lhe entregou neste final de semana. Após a corrida, fez reclamações.

"O carro esteve muito devagar hoje", falou o insatisfeito piloto. "Não sei, precisamos analisar mais coisas. Estivemos sofrendo com esses pneus duros desde o começo", seguiu.

Ele também comparou seu desempenho com o do companheiro alemão: "Há definitivamente, algo que Sebastian estpa fazendo melhor que eu nos 'stints' longos. Preciso entender isso e ver onde posso melhorar", finalizou Leclerc.

Com a quarta colocação, ele foi a 132 pontos, afastado do top-4, que tem Vettel fechando com 156, e MAx Verstappen logo acima, com 181. Valtteri Bottas é o vice, com 188, e Lewis Hamilton, disparado, lidera com 250.

ASSISTA AO PRANCHETA GP

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube