6º, Alonso cobra atualizações da Ferrari: “Não somos rápidos e estamos perdendo terreno”

Mesmo folgado na liderança, Fernando Alonso relembrou que a Ferrari não é o melhor carro do grid e cobrou da equipe novas atualizações para depois das férias de verão, que começam após o GP da Hungria, disputado neste final de semana

Líder do campeonato com 34 pontos de vantagem para Mark Webber, Fernando Alonso foi apenas o sexto colocado no treino classificatório para o GP da Hungria, realizado neste sábado (28), uma queda de rendimento após largar duas vezes seguidas na primeira colocação, na Alemanha e na Inglaterra. Por isso, o foco do piloto da Ferrari está em se manter a frente do concorrente, apenas 11º no classificatório.

"Eu acho que temos que ser honestos: não estamos em condições de sermos tão rápidos quanto os líderes aqui", disse Alonso. "Ficamos atrás 0s9 da pole-position hoje. Para amanhã, a vitória é difícil para nós. Precisamos de alguma corrida estranha, talvez pista molhada, ou algo assim, então pode acontecer”, ressaltou.

“No momento, estamos felizes com o sexto lugar. Como eu disse, a primeira prioridade é o campeonato e Webber é o segundo no momento. Ele começa em 11º e nós começamos em sexto, então espero que possamos mantê-lo atrás amanhã”, revelou.

Alonso espera diminuir vantagem para concorrentes após as férias (Foto: Ferrari)

Apesar da má colocação, em comparação com as anteriores, Alonso confirma que não foi surpresa para ele ficar tão atrás dos primeiros colocados. "É mais ou menos como esperávamos. Nós vimos a McLaren foi muito forte na Alemanha e, em seguida, tivemos sorte com o classificatório com pista molhada e depois, na corrida, acertamos as decisões. Mas aqui não é nenhuma surpresa que eles sejam mais rápidos. É algo que esperávamos e precisamos melhorar”, apontou.

“Dissemos depois da Alemanha que estávamos felizes com os pontos nas primeiras dez corridas, mas não estamos satisfeitos com o carro”, relembrou. “Somos honestos com nós mesmos e repetimos incansavelmente esta mensagem, mas parece que todo mundo vive esquecendo que não somos rápidos e hoje foi mais uma demonstração”, afirmou.

Alonso revelou que a Ferrari, diferente dos concorrentes, não vem atualizando o carro constantemente. "Estamos com o mesmo carro desde os últimos três ou quatro GPs. Não existem peças novas no carro e estamos perdendo terreno para os carros mais rápidos nas corridas. Depois das férias, precisamos trazer algumas atualizações que realmente funcionem e que diminuam essa lacuna um pouco”, finalizou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube