Acidente com Pérez em Sakhir faz Leclerc perder 3 posições no grid em Abu Dhabi

Sergio Pérez foi acertado por Charles Leclerc antes de iniciar jornada rumo à vitória. O monegasco vai pagar pelo erro em Abu Dhabi, perdendo posições e recebendo pontos na carteira

Charles Leclerc começou o GP de Sakhir deste domingo (6) já arranjando confusão, e vai pagar por isso semana que vem: o toque do monegasco em Sergio Pérez na largada rendeu a perda de três posições no grid do GP de Abu Dhabi, último de 2020.

“Os comissários ouviram o piloto do carro #16 [Leclerc], representantes da equipe e revisaram múltiplos ângulos”, explicou documento emitido pela direção de prova da F1. “O #16 freou tarde demais na curva 4, travando o pneu dianteiro traseiro e acertando o #11 [Pérez], que fazia a tangência normal na curva”, seguiu.

Além da perda de posições, Leclerc recebe ainda 2 pontos de punição. O monegasco agora soma 3 na carteira, bem longe dos 12 que causam suspensão automática no GP subsequente.

O acidente na largada do GP de Sakhir (Foto: Reprodução)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

O acidente aconteceu na briga pela quarta posição em Sakhir, ainda na largada. Leclerc mergulhou com mais ousadia do que o recomendado e acertou a traseira de Pérez. Max Verstappen foi surpreendido pelo incidente e, sem espaço, bateu e abandonou junto do monegasco.

O mexicano seguiu na prova, virtualmente sem danos. O resto é história: de último, Pérez fez reação histórica e venceu seu primeiro GP na F1. O pódio teve ainda Esteban Ocon e Lance Stroll.

Com Leclerc fora de combate e Sebastian Vettel apenas em 12°, a Ferrari deixa o GP de Sakhir sem pontos. Resta ainda o GP de Abu Dhabi para encerrar 2020 de forma menos melancólica.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube