Alfa Romeo confirma apelação contra punições no GP da Alemanha

Antes de etapa na Hungria, Alfa Romeo anunciou que vai apelar contra punição que Kimi Räikkönen e Antonio Giovinazzi receberam após o GP da Alemanha. FIA entendeu que o time teve vantagem na largada por conta de um ajuste na embreagem

A Alfa Romeo confirmou, nesta quinta-feira (1), que irá apelar contra a punição da FIA dada aos pilotos Kimi Räikkönen e Antonio Giovinazzi no GP da Alemanha (28), disputado no último domingo.
 
Räikkönen e Giovinazzi terminaram em sétimo e oitavo, mas foram rebaixados ao 12º e 13º lugares respectivamente por punições de 30 segundos no tempo de corrida. Os comissários da FIA entenderam que a embreagem dos carros deu uma vantagem na largada chuvosa, o que viola as regras do banimento do controle de tração.
 
A desclassificação impediu que Lewis Hamilton, líder do campeonato, terminasse sem pontos, já que foi promovido ao nono lugar, enquanto Robert Kubica herdou a 10ª colocação e somou o primeiro ponto da Williams em 2019.
Antonio Giovinazzi (Foto: Alfa Romeo)
"Durante as voltas que gastamos atrás do safety-car antes da largada parada, sofremos um problema na embreagem que estava fora do nosso controle e vamos investigar. Temos que respeitar a FIA e o trabalho dos comissários, mas vamos apelar desta decisão porque confiamos nas nossas bases e evidências para mudar. Falaremos com a FIA em breve", declarou Fred Vasseur, chefe de equipe, após a punição.
 
Em um curto comunicado nas redes sociais, o time confirmou a apelação antes do GP da Hungria, que acontece no próximo domingo. A equipe é a nona colocado no Campeonato de Construtores, com Räikkönen na nona posição e Giovinazzi em 18º entre os Pilotos.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube