Alfa Romeo define saída de Giovinazzi e marca data para anúncio de 2º piloto para 2022

Segundo a revista italiana Autosprint, Antonio Giovinazzi não vai mesmo seguir na Alfa Romeo na próxima temporada. A equipe ítalo-suíça é a única que ainda não definiu toda sua dupla para o ano que vem

Max Verstappen toma ponta na largada do GP da Cidade do México (Vídeo: Band/Twitter)

Antonio Giovinazzi vai deixar a Alfa Romeo ao fim da temporada 2021. Quem traz a informação, nesta manhã de terça-feira (9), é a revista italiana Autosprint, que também noticia quando a equipe de Hinwil vai anunciar o companheiro de equipe de Valtteri Bottas para o campeonato do ano que vem. O time chefiado por Frédéric Vasseur vai tornar pública sua escolha em 16 de novembro, dois dias depois do GP de São Paulo de Fórmula 1.

Italiano de 27 anos, Giovinazzi faz sua terceira temporada completa na Fórmula 1. Depois de ter feito dois GPs no começo de 2017 pela Sauber, na Austrália e na China, em substituição a Pascal Wehrlein, então lesionado —, o piloto foi contratado pela Alfa Romeo em 2019 como titular muito em razão do vínculo de Giovinazzi com a Ferrari.

LEIA TAMBÉM
+ESPECIAL: As grandes atrações do GP de São Paulo de Fórmula 1
+OPINIÃO: Mais perto do título, Verstappen neutraliza Hamilton com atuação decisiva

ANTONIO GIOVINAZZI; FÓRMULA 1; ALFA ROMEO;
Segundo a revista Autosprint, Antonio Giovinazzi não vai ficar na Alfa Romeo (Foto: Alfa Romeo)

Ao todo, em 56 GPs disputados desde então, Antonio obteve como melhor resultado o quinto lugar no GP do Brasil de 2019, em Interlagos.

Para 2022, a Alfa Romeo decidiu mudar por completo sua dupla. Kimi Räikkönen anunciou, em setembro, que vai se aposentar da Fórmula 1 ao fim da temporada. Para seu lugar, a equipe ítalo-suíça contratou o também finlandês Valtteri Bottas, que por sua vez vai deixar a Mercedes para ser novamente comandado por Vasseur, seu chefe nos tempos de ART Grand Prix na campanha do título da antiga GP3, em 2011.

A saída de Giovinazzi representa também a ausência de um piloto italiano no grid da Fórmula 1 na próxima temporada.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Segundo a Autosprint, quem desponta como favorito para ocupar o último cockpit vago da Fórmula 1 para 2022 é o chinês Guanyu Zhou, atualmente vice-líder da temporada na Fórmula 2. O asiático reúne uma grande gama de patrocinadores para impulsionar uma eventual entrada na F1, mas informações no paddock dão conta que o staff de Zhou quer um contrato com duração acima de um ano.

Outros nomes aparecem cotados, porém com menos chances: Nyck de Vries, novo campeão da Fórmula E e atual reserva da Mercedes na Fórmula 1, Théo Pourchaire, membro da Academia da Sauber e uma das revelações do ano na Fórmula 2 e o líder do campeonato da principal categoria de acesso à F1: Oscar Piastri, que é integrante da Academia de Pilotos da Alpine.

A próxima etapa da temporada é especial porque vai marcar o retorno da Fórmula 1 ao Brasil depois de um ano de ausência. O GP de São Paulo acontece logo nesta semana, entre 12 e 14 de novembro, com cobertura ‘in loco’ do GRANDE PRÊMIO em Interlagos.

F1: VERSTAPPEN VENCE IMPASSE MEXICANO NA LARGADA E SE APROXIMA DE TÍTULO | Paddock GP #264
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar