Alfa Romeo exalta Russell: “Temos um carro melhor, mas ele faz um trabalho especial”

Alfa Romeo elogia trabalho "especial" de George Russell nas classificações pela Williams. O britânico chegou muito perto de pontuar, o que seria notícia ruim para a equipe alvirrubra

Verstappen aplica novo domínio e vence: os melhores momentos do GP da Áustria (GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Com dois pontos conquistados no Mundial de Construtores, a Alfa Romeo tem uma ambição clara na temporada: se tornar uma equipe do pelotão intermediário. Só que, antes disso, a equipe de Hinwill precisa bater George Russell, que virou uma pedra no sapato, mesmo com uma Williams teoricamente mais fraca. O desempenho de Russell é bom ao ponto de receber elogios da rival, que enxerga como “especial” o trabalho do piloto de 23 anos em levar um carro inferior ao C41 para melhores posições nas classificações.

Em entrevista ao site RaceFans, Xevi Pujolar, engenheiro de pista da Alfa Romeo, dissecou a situação. Na visão do engenheiro, apesar da equipe ítalo-suíça ter um melhor ritmo de corrida, a Williams de Russell segue levando a melhor em treinos classificatórios.

“Ele é mais rápido nas retas. Posso confirmar isso. É difícil de acompanhar e passar nas retas, mas creio que temos um carro melhor nas corridas. Tenho que dizer que o Russell faz um trabalho especial indo bem nas classificações. Precisamos trabalhar ainda mais forte, igualar ou fazer melhor. No geral, diria que nas corridas temos um ritmo melhor”, afirmou Pujolar.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Antonio Giovinazzi terminou a corrida na discreta 13ª posição (Foto: Alfa Romeo)

Após deixar a rodada dupla no Red Bull Ring sem pontos, a Alfa Romeo não se deixou abater e ressaltou as disputas que Antonio Giovinazzi e Kimi Räikkönen protagonizaram com os carros do meio do pelotão. Para o futuro, os objetivos são claros: vencer o duelo contra Russell e se aproximar da parte intermediária do grid. A boa notícia é que, com 2 pontos, a escuderia aparece em oitavo no Mundial de Construtores, acima da Williams. Em contrapartida, a diferença para a Alpine, sétima colocada, é gritante: 30 pontos separam as equipes.

“A Áustria é uma pista muito específica, e Silverstone, na próxima corrida, não será fácil”, seguiu Pujolar, refletindo sobre a sequência da temporada. “Mas todos conseguiram ver nas últimas duas semanas que conseguimos brigar com eles, conseguimos correr com os carros do pelotão intermediário. Não apenas com o Russell, conseguimos brigar com Alpine, Aston Martin e até uma das AlphaTauri. Então, tudo está muito parelho”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar