Alonso pede mais espaço para desenvolvimento durante temporada da F1: “Estamos muito próximos da GP2”

Fernando Alonso quer que a F1 abra mais espaço para que as equipes possam testar e desenvolver durante a temporada. Para o bicampeão, a F1 está ficando chata com tão pouca evolução durante as temporadas

Fernando Alonso acha que as restrições impostas às equipes da F1 em termos de teste e mudanças estão fazendo das corridas algo chato. O bicampeão mundial pediu algumas mudanças para a F1 voltar a se distanciar da GP2, por exemplo.
 
Segundo Fernando, a F1 precisa do descongelamento das regras das mudanças no motor, do retorno dos testes particulares, enfim, menos restrições.
Alonso não se mostrou preocupado por ter de largar no fim do grid em Silverstone (Foto: Beto Issa)
"Precisamos de carros mais rápidos porque agora estamos muito próximos da GP2 em tempos, e mais testes, regras mais soltas em termos de desenvolvimento do carro, porque no momento, como dissemos, você mantém a mesma posição mais ou menos por toda a temporada em relação ao que era no primeiro teste de inverno", disse Alonso.
 
"Você faz progresso, todo mundo faz progresso, mas porque as regras são muito restritas você não pode desenvolver muito em termos de motor e na aerodinâmica é bem restrito. Isso está fazendo das corridas muito previsíveis e chatas", encerrou.
 
Na comparação com a GP2, o mais lento da F1 na classificação para o GP da Inglaterra, Roberto Merhi, fez o tempo de 1min39s377, enquanto o pole da GP2, Sergey Sirotkin, rodou em 1min39s949.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube