Alonso recorda problemas de Hamilton com Button e Rosberg e diz: Schumacher foi melhor

Fernando Alonso sente que Michael Schumacher era um piloto um pouco mais duro de superar do que Lewis Hamilton. O argumento do espanhol é que o alemão sobrou contra companheiros de equipe, enquanto o britânico teve problemas ocasionais

Fernando Alonso não ficou em cima do muro ao ser perguntado sobre o melhor entre Michael Schumacher e Lewis Hamilton, os dois maiores campeões da Fórmula 1. Apesar de reconhecer o britânico como melhor piloto de sua geração, Alonso sente que o alemão tinha um “algo a mais” que o torna um adversário maior.

O argumento de Alonso é que Hamilton sofreu contra certos companheiros de equipe, como Jenson Button na McLaren e Nico Rosberg na Mercedes. Michael Schumacher, por sua vez, sempre conseguiu ser o primeiro piloto com certa facilidade.

“Difícil dizer [quem é o adversário mais duro]”, começou Alonso, entrevistado pelo jornal alemão ‘Bild’. “São épocas diferentes e com carros de performances diferentes, mas eu me lembro do Michael como um piloto difícil de superar, com o maior dos talentos. Ele tinha esse certo algo a mais”, seguiu.

Fernando Alonso aponta Michael Schumacher como o melhor de todos (Foto: Reprodução)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“O Lewis é muito bom, o melhor de sua geração, mas ele não venceu o Mundial na McLaren com o Jenson [Button] como companheiro de equipe. Na Mercedes, o Rosberg venceu o Mundial também. Isso nunca acontecia com o Michael, ele sempre venceu. Para mim, o Michael está um pouco à frente”, destacou.

Alonso tem história de rivalidade com os dois. Com Schumacher, o espanhol teve a honra de encerrar a era de domínio no começo do século, sendo campeão em 2005 e 2006. Com Hamilton, viu uma briga hercúlea na McLaren em 2007, que terminou em divórcio imediato e título escapando para as mãos de Kimi Räikkönen.

Apesar de lutar de igual para igual com ambos, Alonso acabou com estatísticas bem menos vistosas. Enquanto Schumacher e Hamilton têm respectivamente sete e seis canecos, consequência de longos domínios, Fernando esbarrou em decisões ruins e nunca conseguiu ir além dos dois Mundiais. Só que a jornada do piloto na F1 não se encerrou: o bicampeão assinou com a Renault para 2021, substituindo Daniel Ricciardo.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube