Seidl chega a acordo e assume cargo de CEO da Sauber. Stella vira novo chefe da McLaren

É dança das cadeiras! Depois da saída de Frédéric Vasseur para a Ferrari, a Sauber agiu rápido e nomeou o ex-McLaren como novo diretor-executivo. Seidl não será chefe de equipe, mas vai apontar o nome que vai exercer a função. Em Woking, Zak Brown já promoveu Andrea Stella

As primeiras horas de terça-feira (13) começaram movimentadíssimas na Fórmula 1. Depois da saída de Frédéric Vasseur do cargo de CEO e chefe de equipe na Sauber — cujo representante na categoria é a Alfa Romeo —, a base de Hinwil correu para fechar com um novo nome para a função de diretor-executivo. Trata-se de Andreas Seidl, ex-McLaren.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Relacionadas


Vasseur irá substituir Mattia Binotto no comando da Ferrari, a partir de 1º de janeiro de 2023. Agora, os suíços confirmaram que Seidl chega para o cargo de CEO, mas não irá assumir a chefia de equipe — ao contrário, irá participar do processo de escolha de uma nova pessoa para a função.

A McLaren agiu rápido para preencher o vazio deixado por Seidl. A equipe de Woking já confirmou que Andrea Stella, no time desde 2015, será realocado com efeito imediato: de diretor de competição para chefe de equipe.

Andrea Stella vai substituir Andreas Seidl no comando da McLaren (Foto: McLaren)

Seidl irá liderar a organização, que foi comprada pela Audi, antes da entrada da montadora alemã na F1 em 2026. Como CEO, irá comandar o setor tecnológico da Sauber, bem como as atividades do time na principal categoria de automobilismo do mundo.

“É ótimo chegar ao Grupo Sauber a partir de janeiro. Este é um time com uma rica história na Fórmula 1 e uma organização que conheço bem do meu tempo trabalhando e morando em Hinwil por quatro anos”, afirmou o ex-chefe da McLaren.

O alemão começou sua carreira no automobilismo com o projeto de Fórmula 1 da BMW. Na categoria, também trabalhou como chefe de operações de pista da Sauber. Como chefe de equipe da Porsche, Seidl comandou o projeto dos protótipos LMP1 e, mais tarde, comemorou campeonatos mundiais e três vitórias nas 24 Horas de Le Mans.

ANDREAS SEIDL; MCLAREN; GP DE SÃO PAULO; F1; FÓRMULA 1;
Andreas Seidl estava na chefia de equipe da McLaren desde 2019 (Foto: McLaren)

“Mal posso esperar para me juntar à equipe e trabalhar com todos meus colegas no Grupo, com as metas ambiciosas que traçamos juntos. Quero agradecer Finn Rausing e todo mundo na Sauber pela escolha: estou ansioso para recompensar a confiança deles com meu trabalho”, completou.

Presidente do Conselho de Diretores da Sauber e proprietário do Grupo, Finn Rausing abriu as portas da organização para Seidl.

“É com prazer imenso que damos boas-vindas a Andreas Seidl, que volta a Hinwil como CEO do Grupo Sauber. Sua experiência é incomparável e ele traz ao Grupo um entendimento claro do que é necessário para conquistar um sucesso sustentável. Vai tomar conta de uma empresa que está em uma curva ascendente, e compartilha conosco o comprometimento de manter a organização crescendo. Mal posso esperar para muitos anos de sucesso juntos”, disse.

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.