Andretti explica preparação precoce de equipe na F1: “Não subestimamos trabalho”

Embora ainda não tenha recebido sinal verde para compor o grid, Michael Andretti sabe do desafio de formar uma equipe competitiva na Fórmula 1 e, por isso, já começou a trabalhar no projeto

A Andretti segue com suas investidas para tentar compor o grid da Fórmula 1 no futuro. Embora a categoria ainda não tenha aprovado sua participação, o time americano já está trabalhando no projeto há algum tempo. O CEO Michael Andretti afirmou que não subestima o desafio que tem pela frente e disse que começou as atividades de forma precoce porque o objetivo é tornar a equipe o mais competitiva possível logo em sua primeira temporada.

A equipe americana não está medindo esforços para compor o grid da principal categoria do esporte a motor e, como forma de seduzir a Fórmula 1, confirmou que a General Motors, por meio da Cadillac, vai ser sua fornecedora de motores a partir de 2028. A própria Federação Internacional de Automobilismo (FIA) já aprovou a chegada do 11º time.

Relacionadas


Porém, as equipes que já fazem parte do grid da F1 alegam que uma nova integrante resultaria em uma instabilidade financeira dos times menores devido à diluição do prêmio em dinheiro. Por isso, o conglomerado aguarda a aprovação da Formula One Management (FOM) para oficializar sua participação.

Ainda que a entrada não esteja garantida, Michael Andretti reforçou a importância de já trabalhar no projeto, para quando receber o sinal verde estar o mais preparado possível para brigar por boas posições.

ANDRETTI, CADILLAC, F1
Andretti firmou parceria com Cadillac para entrar na F1 (Foto: Divulgação)

“O tempo é sempre essencial na F1. Temos trabalhado o mais rápido possível para garantir que teremos o carro mais forte e a equipe mais preparada possível para quando conseguirmos um lugar no grid”, disse Michael ao The Athletic.

“Não subestimamos a tarefa. Leva tempo para construir carros competitivos. Estou muito feliz por já termos feito tantos progressos em atividades de longo prazo, como design aerodinâmico e simulação”, finalizou.

Fórmula 1 retorna às pistas de 21 a 23 de fevereiro, com os testes coletivos da pré-temporada no Bahrein, no circuito de Sakhir.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.