F1

Ao mimar Verstappen, Red Bull repete mesma ‘criação’ que a de Vettel. Que mostra hoje as consequências

Max Verstappen foi um dos grandes personagens do final de semana, tanto por estar envolvido no acidente com Esteban Ocon quanto pelos empurrões que deu no francês após a corrida em Interlagos. No Paddock GP, os comentaristas criticaram a postura de passada de pano da Red Bull no holandês, que é tratado em uma bolha e colocado em um pedestal bastante negativo para o futuro
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Max Verstappen e Esteban Ocon (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Max Verstappen foi um dos personagens da cena que marcou o GP do Brasil no final de semana. Afinal, o titular da Red Bull era o líder e foi acertado pelo retardatário Esteban Ocon, perdendo a vitória em Interlagos.
 
De cabeça quente após a corrida, ainda foi tirar satisfações com o francês na pesagem, empurrando duas vezes o adversário. A atitude, punida mais tarde com dois dias de trabalhos comunitários, teve uma ‘passada de pano’ por parte do time.
 
Durante o PADDOCK GP #145, Victor Martins e os comentaristas avaliaram que essa é uma postura até comum na esquadra das bebidas energéticas, que coloca seus pilotos em bolhas e pedestais, até que são atingidos pela realidade e não tem maturidade, como vemos com Sebastian vettel na Ferrari. “Ouvimos que o Vettel não tem equilíbrio emocional”, disse.