Após acidente em Singapura, Alonso busca melhor sorte na Malásia e brinca: “Tomara que consiga seguir após a primeira curva”

Fernando Alonso acredita que o fim de semana em Sepang não vai ser tão favorável para o carro da McLaren em razão do que a pista exige em termos de potência do motor, mas o bicampeão aposta nos trechos de baixa velocidade do traçado malaio para conseguir se defender dos adversários. Alonso se mostrou ansioso para voltar a acelerar depois de ter ficado fora do GP de Singapura logo no começo, vítima do acidente múltiplo na largada

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Depois de um fim de semana que se mostrou muito promissor, mas que terminou na primeira curva da primeira volta do GP de Singapura, tudo o que Fernando Alonso deseja é ter um pouco mais de sorte para o GP da Malásia, 15ª etapa da temporada 2017 da F1, neste fim de semana. O bicampeão do mundo, que está prestes a definir seu futuro na McLaren e na própria F1, lamentou profundamente por ter perdido uma chance real de somar bons pontos no campeonato e agora encara o circuito de Sepang, palco da sua primeira pole no Mundial, ciente que vai ter pela frente uma jornada mais complicada com a McLaren em razão das características do traçado, muito mais exigente em termos de potência do motor.

 
Na prévia divulgada pela McLaren às vésperas da prova, Alonso brincou com a situação vivida na corrida passada. “Depois de Singapura, estou ansioso para voltar ao carro, e tomara que consiga seguir após fazer a primeira curva na Malásia”.
 
“Evidente que o que aconteceu foi decepcionante e é difícil esconder sua frustração quando você é vítima de um incidente de outra pessoa. Senti que tínhamos potencial para sermos bem competitivos, era uma das nossas únicas chances neste ano e foi uma pena que não pudemos trazer pontos para casa para mostrar isso, mas essas coisas acontecem”, disse o veterano de 36 anos.
Depois da frustração em Singapura, tudo o que Fernando Alonso quer é um pouco mais de sorte na Malásia (Foto: McLaren)
Uma das preocupações de Alonso diz respeito ao clima de Sepang, com a previsão do tempo indicando sensação térmica acima dos 40ºC em boa parte do período da tarde nos três dias do fim de semana. “As condições na Malásia vão ser muito parecidas com Singapura: quentes, úmidas e desafiantes para pilotos e o carro. A configuração da pista não vai nos favorecer tanto, mas vamos lutar. Faltam seis corridas e vamos colocar toda nossa energia para terminar cada prova na melhor posição possível”.
 
“Sepang vai ser mais difícil para nós em termos de acerto, já que as retas exigem boa velocidade e potência, mas esta pista é uma mescla de características distintas, de modo que vamos ver como vamos nos defender nas curvas de baixa. Os novos carros definitivamente vão ser mais rápidos aqui, e vai ser divertido ver como vai ser. Espero que possamos evitar qualquer drama e ter uma corrida sólida”, complementou.
 
Enquanto Alonso vai a Sepang ansioso para ao menos ter uma corrida normal, Stoffel Vandoorne disputa pela primeira vez o GP da Malásia bastante motivado em razão do sétimo lugar em Singapura, seu melhor resultado na F1 até agora.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“Depois de Sinagpura, estou ansioso para ir à Malásia depois de um fim de semana positivo do meu lado da garagem. Alonso teve muito azar, mas agora vamos a Kuala Lumpur com mais confiança e o objetivo de continuar com essa sequência”, afirmou o belga, também ciente do desafio que Sepang vai exigir para a McLaren no fim de semana.

 
“Nosso carro não vai se adaptar tanto como em Singapura, mas depois de ter visto algumas corridas aqui antes, sei que sempre acontecem coisas, e há o risco de chover. Então vamos cruzar os dedos para ter uma chance de nos colocar com os carros para uma parte mais adiante no grid”, finalizou.
’SOLDADINHO’ DA PENSKE?

CASTRONEVES TEM FALTA DE TÍTULO COMO MANCHA NA CARREIRA  

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube