Após Renault reclamar de atrasos, times garantem que estão em dia com pagamentos dos motores V6 turbo

Dono da Lotus, Gérard Lopez disparou contra a marca francesa depois que diretor veio a público para dizer que uma das equipes com quem trabalha na F1 não está pagando as faturas em 2014

Jean-Michel Jalinier, presidente da Renault Sport, veio a público na semana passada para dizer que sua empresa não foi paga por todas as equipes com quem trabalha no Mundial de F1. A atitude deixou irritado o dono da Lotus, Gérard Lopez, que garantiu estar em dia com os compromissos e pediu para que o executivo desse nome aos bois.

Em entrevista à ‘Autosport’ na última semana, Jalinier disse que a Renault está trabalhando no desenvolvimento dos V6 turbo que foram introduzidos na F1 em 2014 com duas fontes de recursos: investimentos da própria montadora e dinheiro obtido pela venda das unidades de força para as quatro equipes.

Quanto à segunda parte, falou que a situação “não é aceitável, pois alguns times estão atrasados com os pagamentos, e no momento em que você precisa gastar para correr atrás e não pode ter esses pagamentos atrasados”. O francês afirmou que cortar o fornecimento dos motores é uma possibilidade.

Lopez contou ao ‘Daily Mail’ que se reuniu com a Renault para esclarecer a situação e demonstrar que ficou insatisfeito com a forma como Jalinier espalhou a história.

“Não digam apenas ‘times’ e esperem que as pessoas façam seus próprios julgamentos. Nós respeitamos os acordos que temos com eles. Se há alguém que não pagou, deve ser algum outro, mas não tenho certeza de que exista, para ser honesto”, declarou Lopez.

Lotus não gostou da afirmação do presidente da Renault (Foto: Lotus)

No último fim de semana, em Barcelona, Franz Tost e Cyril Abiteboul garantiram que os times que comandam estão em dia.

“Até onde sei, pagamos tudo”, assegurou Tost, da Toro Rosso, equipe pertencente à tetracampeã mundial Red Bull.

“É um assunto confidencial, mas estou feliz desde que posso dizer que estamos em dia com as faturas da Renault Sport”, posicionou-se Abiteboul, da Caterham.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube