Após vitória, Lauda crê que Hamilton não pega mais Rosberg na temporada 2016: “Só se algo acontecer com o carro”

Presidente não-executivo da Mercedes, Niki Lauda acha que Nico Rosberg enfim vai se tornar campeão do mundo na F1. O austríaco entende que só um abandono pode ajudar Lewis Hamilton a virar o jogo para cima do alemão

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Niki Lauda acredita que Nico Rosberg vai realmente se tornar campeão do mundo de F1 neste ano. Na verdade, o tricampeão acha que Lewis Hamilton, principal rival do alemão na temporada, só tem chance de tirar a taça se algo acontecer com o carro do #6 nas quatro corridas que restam no campeonato de 2016. Ainda assim, o austríaco entende que tal infortúnio é pouco provável. 

 
Depois dominar todos os treinos e largar da pole-position, Rosberg também foi impecável na corrida deste domingo (9) e venceu o GP do Japão com autoridade. O triunfo o fez abrir 33 pontos de vantagem na liderança do Mundial de Pilotos. Hamilton, por sua vez, viveu uma corrida tumultuada desde o início, quando partiu mal do segundo posto e caiu para oitavo.
 
"Tudo está dando certo para Nico agora", disse o presidente não-executivo da Mercedes à emissora inglesa Sky Sports F1. "Se as coisas continuarem acontecendo dentro da normalidade, o campeonato será decidido nas próximas corridas", completou.
Nico Rosberg salta e celebra vitória no GP do Japão, em Suzuka, neste domingo (Foto: Mercedes)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

"E se tudo for normal mesmo, Lewis não terá mais chance de pegar Nico. Isto está claro para mim. Mas uma corrida perdida e uma vitória bastam para que os pontos voltem todos. Só que se nada acontecer com o carro, eu não acho que Lewis vai ter chance de virar o jogo de novo", acrescentou o austríaco.

 
Rosberg, por sua vez, preferiu não falar em favoritismo e pregou a cautela. "Ainda temos um longo caminho a percorrer. Não vou mudar a minha abordagem agora. Estou ciente dos 33 pontos, mas quero continuar seguindo corrida a corrida", disse.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube