Arrivabene acha receita para bater Mercedes em 2018 e diz que Ferrari precisa “fazer melhor para ser melhor”

Maurizio Arrivabene, chefe da Ferrari, admitiu que o time vermelho precisa ser ainda melhor para tentar bater a Mercedes em 2018. O dirigente avaliou a temporada que passou e disse que, apesar da derrota, ainda é possível tirar aspectos positivos da disputa

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Chefe da Ferrari, Maurizio Arrivabene reconheceu que a equipe italiana precisa encontrar uma forma de melhorar seu desempenho. Caso contrário, não terá chance de desafiar a Mercedes em 2018. 

 
A esquadra de Maranello viveu a temporada mais bem-sucedida dos últimos anos. Sebastian Vettel se colocou como um forte concorrente, venceu corridas e só acabou fora da disputa por conta de dois abandonos na parte final do campeonato. Os reveses, aliados ao crescimento de Lewis Hamilton na segunda metade de 2017, resultaram na derrota para a Mercedes.
Maurizio Arrivabene é o chefão da Ferrari (Foto: Ferrari)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

"Tenho de dizer parabéns à Mercedes", disse Arrivabene. "Eles ganharam e mereceram os campeonatos. Para 2018, tentaremos fazer o nosso melhor para ser melhor", garantiu o italiano.

 
O dirigente ainda afirmou que o time vermelho aprendeu lições importantes em 2017, mas que também há muitos aspectos positivos na campanha feita no ano passado. "A equipe estava trabalhando muito. E todo mundo fez muito bem a sua parte. Mas tivemos algumas situações que simplesmente não estavam a nosso favor", completou.
 
Por fim, Arrivabene admitiu que espera ver um Kimi Räikkönen mais forte em 2018 e que a pressão por resultados existe, mas evitou criticar o desempenho do nórdico na temporada que passou. "Não confio na sorte, mesmo que seja italiano. Eu confio em fatos, e fatos significam pontos. A má sorte ou a boa sorte não têm influência nisso. E estamos felizes com Kimi. Caso contrário, não teríamos renovado seu contrato", concluiu.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube