F1

Aston Martin diz que só fornece motor na F1 se Honda sair: “Não vamos forçar”

A Aston Martin não quer forçar uma entrada na Fórmula 1 sem necessidade. A marca, parceira técnica da Red Bull, só vai traçar um plano caso a Honda não continue. Entretanto, os britânicos se dizem de prontidão

Grande Prêmio / Redação GP, de Porto Alegre
A Aston Martin é parceira técnica da Red Bull, mas ainda é difícil acreditar que a relação ganhe novos passos no futuro. A marca britânica, que já estudou construir motores V6 Turbo para a Fórmula 1, decidiu que só vai apostar numa investida caso seja necessário – em outras palavras, caso o casamento entre a escuderia de Milton Keynes e a Honda dê errado.
 
“Se eu gostaria de estar um pouco mais envolvido [na F1] tecnicamente? Acho que depende”, disse Andy Palmer, diretor-executivo da Aston Martin. “O lugar óbvio para um envolvimento da Aston Martin seria o motor. Acho que a questão é se a Honda vai continuar desenvolvendo o motor. Eles claramente estão com muito mais dinheiro e capacidade do que nós. Não acho que nós vamos forçar para entrar enquanto a relação com a Honda existir”, seguiu.
A Aston Martin não quer atrapalhar o casamento Red Bull-Honda (Foto: Red Bull Content Pool)
A condição de ‘Plano B’ não incomoda a Aston Martin. A parceria técnica com a Red Bull, isso enquanto a marca britânica projeta a entrada no Mundial de Endurance com um hipercarro, já é motivo de satisfação.
 
“Nós estamos muito felizes com a relação [com a Red Bull]  e estamos felizes por ver isso continuar, só que ninguém sabe ao certo como o regulamento vai ser de 2021 em diante, assim como quem vai estar envolvido. Nós vamos ficar de prontidão desse pontos de vista, mas com a esperança de que a Honda continue. Nosso foco é principalmente o desenvolvimento do Valkyrie, Valhalla e do Vanquish, assim como explorar Le Mans”, encerrou.
 
Se a entrada da Aston Martin depender do insucesso da Honda, as chances não parecem tão grandes. A marca japonesa venceu pela primeira vez em quase 13 anos no GP da Áustria, com a Red Bull de Max Verstappen.
 
Paddockast #25
Bênçãos e Maldições da Fórmula E


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM
 

 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.