Bateria de testes coletivos na Áustria tem Nasr, campeão do DTM e nova ausência da Manor Marussia. Confira a lista

A F1 realiza nesta semana, no Red Bull Ring, a última bateria de testes coletivos da temporada 2015. Nove das dez equipes vão participar das atividades. A Manor Marussia, a última colocada do Mundial, está fora, enquanto a McLaren Honda tenta minimizar os prejuízos depois do acidente sofrido por Fernando Alonso no GP da Áustria. Nem todos os times escalaram seus titulares para os trabalhos

A F1 realiza nesta semana, entre os dias 23 e 24, a segunda e última bateria de testes coletivos com a temporada em andamento em 2015. A pista escolhida é o Red Bull Ring, palco no último domingo do GP da Áustria, vencido por Nico Rosberg. O alemão, aliás, vai voltar ao cockpit da Mercedes para a primeira sessão, na terça-feira. Para o dia seguinte, a esquadra alemã escalou o reserva Pascal Wehrlein.

Com exceção da Manor Marussia, todas as demais equipes do grid vão andar na pista austríaca, mas nem todas vão lançar mão dos titulares.

A Ferrari, a segunda força do Mundial, terá nos cockpits vermelhos Antonio Fuoco, de 19 anos. O italiano faz parte do programa de jovens pilotos do time de Maranello e atualmente disputa a GP3. O novato, que pela primeira vez vai guiar um carro da F1, anda no primeiro dia. Na quarta-feira, será a vez do reserva da escuderia, Esteban Gutiérrez. O mexicano, que em 2014 era titular da Sauber, esteve presente nos testes oficiais em Barcelona.

Nico Rosberg, depois de vencer na Áustria, vai andar no dia 1 nos testes (Foto: AP)

A Williams, por outro lado, decidiu dar uma folga a Felipe Massa, que foi ao pódio na Áustria. E chamou a escocesa Susie Wolff para guiar o FW37 antes de Valtteri Bottas encerrar os trabalhos. A Red Bull, a dona da casa, terá o australiano Daniel Ricciardo e o novato francês Pierre Gasly.

Falando nos austríacos, a Toro Rosso também terá apenas um de seus titulares: Max Verstappen. O estreante vai conduzir os treinos na terça-feira, enquanto que, no dia seguinte, a equipe concentra as atenções para o teste com Marco Wittmann.

O atual campeão do DTM ganhou a chance por meio da BMW, como prêmio pelo título do ano passado. Em novembro último, foi programado um teste com Marco para Ímola , mas a sessão foi cancelada devido ao mau tempo. "É fantástico o que a BMW e a Red Bull fizeram ao me dar essa oportunidade. É um sonho que se torna realidade. Desde criança, eu sempre quis pilotar um carro de F1", disse o alemão de 25 anos.

A Lotus vai de Romain Grosjean e o reserva Jolyon Palmer, enquanto a Force India dispensou seus dois titulares e vai levar à pista Wehrlein e Esteban Ocon. Já a Sauber escalou o italiano Raffaele Marciello e o dono do carro #12, Felipe Nasr.

Marco Wittmann vai testar com a Toro Rosso (Foto: DTM)

A Manor Marussia decidiu, mais uma vez, ficar de fora das atividades. "É um teste errado, na hora errada e no lugar errado para nós", disse o diretor-esportivo Graeme Lowdon ao site da revista inglesa 'Autosport'.

A equipe, que já não fez parte da primeira sessão em Barcelona, vem disputando a temporada com uma espécie de versão B do carro de 2014. "O nosso foco de desenvolvimento no momento está em um nível diferente. Nós estamos fora de sincronia com as demais equipes, então nossos objetivos são outros. Não vamos ganhar o mesmo que os outros times com esse teste", completou Lowdon.

McLaren Honda muda planos

A McLaren Honda decidiu alterar seu cronograma para os testes coletivos desta semana, especialmente depois do acidente sofrido por Fernando Alonso na primeira volta do GP da Áustria. O espanhol se envolveu em uma forte batida com a Ferrari de Kimi Räikkönen. Os danos no carro foram significativos, sem contar que somente o MP4-30 do piloto asturiano estava com o pacote de atualizações do time inglês.

Embora o acidente tenha destruído grande parte das peças novas, a equipe acredita que pode obter uma nova versão do bico mais curto, além de componentes como asas dianteiras e traseiras, mas apenas para o segundo dia de atividades. Ainda assim, o programa técnico com as atualizações será reduzido. 

Portanto, o time de Woking optou por inverter a programação, chamando Stoffel Vandoorne para guiar no primeiro dia. Alonso, então, anda na bateria final, quando terá as peças à disposição.

determinarTipoPlayer(“15514046”, “2”, “0”);


Confira lista completa de inscritos na bateria de testes coletivos no Red Bull Ring:
 
Mercedes 
Terça-feira: Nico Rosberg
Quarta-feira: Pascal Wehrlein
 
Ferrari 
Terça-feira: Antonio Fuoco
Quarta-feira: Esteban Gutiérrez
 
Williams 
Terça-feira: Susie Wolff
Quarta-feira: Valtteri Bottas 
 
Red Bull 
Terça-feira: Daniel Ricciardo
Quarta-feira: Pierre Gasly
 
Sauber 
Terça-feira: Raffaele Marciello
Quarta-feira: Felipe Nasr
 
Toro Rosso 
Terça-feira: Max Verstappen
Quarta-feira: Marco Wittmann 
 
Lotus 
Terça-feira: Romain Grosjean
Quarta-feira: Jolyon Palmer
 
Force India 
Terça-feira: Pascal Wehrlein
Quarta-feira: Esteban Ocon
 
McLaren 
Terça-feira: Stoffel Vandoorne
Quarta-feira: Fernando Alonso

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube