Bottas mantém domínio da Mercedes e fecha na frente terceiro treino na Hungria

Valtteri Bottas desbancou Lewis Hamilton por meros 0s042 e liderou o terceiro e último treino livre do GP da Hungria. Sergio Pérez voltou a andar bem e colocou a Racing Point em terceiro, enquanto Charles Leclerc encaixou boa volta com a Ferrari e fechou em quarto, à frente de Lance Stroll

A liderança de Sebastian Vettel no segundo treino livre do GP da Hungria, realizado na tarde da última sexta-feira, foi mera casualidade. Com condições normais e a pista seca na manhã deste sábado (18), Valtteri Bottas puxou uma nova dobradinha da Mercedes na terceira e última sessão antes do treino classificatório de logo mais. Sem fazer muito esforço, o finlandês cravou 1min15s437 com pneus macios em Hungaroring. Também com pneus macios, Lewis Hamilton completou o 1-2 da equipe de Brackley e terminou 0s042 atrás do seu companheiro de equipe.

Assim como aconteceu no TL1 de sexta-feira, disputado também com pista seca, Sergio Pérez foi o terceiro mais rápido e ficou a 0s161 da marca de Bottas. Destaque para Charles Leclerc, que conseguiu tirar uma boa volta da Ferrari SF1000 e concluiu a atividade em quarto lugar, entre os carros da Racing Point de Pérez e de Lance Stroll, que completou a lista dos cinco primeiros.

A Red Bull teve uma performance discreta neste fim de manhã na Hungria. Max Verstappen foi somente o sexto colocado, seis posições à frente de Alexander Albon. Lando Norris, com a McLaren, ficou em sétimo, à frente da Ferrari de Vettel. Pierre Gasly, com a AlphaTauri, e Daniel Ricciardo, da Renault e futuro piloto da McLaren, concluíram o top-10.

F1; FÓRMULA 1; MERCEDES; GP DA HUNGRIA; VALTTERI BOTTAS; TREINO LIVRE 1;
Valtteri Bottas fez o melhor tempo do fim de semana até então em Hungaroring (Foto: Mercedes)

A sessão classificatória do GP da Hungria está marcada para 10h10 (horário de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Saiba como foi o terceiro treino livre do GP da Hungria

O último treino antes da classificação começou com 90% de chance de chuva, com céu bastante nublado na região de Hungaroring. Mas a sessão começou mesmo com a pista seca e com Lando Norris abrindo os trabalhos usando pneus macios. O inglês foi seguido por Romain Grosjean, Kevin Magnussen e Carlos Sainz nos primeiros minutos.

O primeiro piloto a registrar tempo nesta manhã foi Kimi Räikkönen, que marcou 1min19s136 com a Alfa Romeo. No giro seguinte, o ‘Homem de Gelo’ virou 1min18s617. Minutos depois, a dupla da Williams foi para a pista. Nicholas Latifi e George Russell ocuparam provisoriamente segundo e terceiro lugares, respectivamente.

A morna sessão começou a ter alguma movimentação quando os carros das principais equipes, Mercedes, Red Bull e Ferrari, deixaram os boxes. Sem nenhuma dificuldade, Lewis Hamilton subiu para a ponta com 1min16s472, seguido por Valtteri Bottas. Chamou a atenção que os dois carros pretos soltavam fumaça vindo da traseira.

Charles Leclerc chegou até a liderar o TL3 desta manhã na Hungria (Foto: Ferrari)

Max Verstappen acabou rodando na curva 12, mas não teve problemas para voltar a acelerar. Mas a Red Bull enfrentava dificuldades, com Alexander Albon reclamando da falta de equilíbrio do RB16.

Charles Leclerc, por sua vez, conseguiu encaixar uma boa volta e virou 0s377 mais lento que Hamilton, porém se colocou à frente dos carros da Racing Point de Sergio Pérez e Lance Stroll e da Red Bull de Verstappen, por exemplo.

Bottas pulou para a ponta ao marcar 1min16s278, 0s194 mais rápido que Hamilton. Quem também superou o hexacampeão foi Pérez, que subiu para segundo com a ‘Mercedes rosa’ e ficou só a 0s062 do líder. Mas Lewis tratou de restabelecer a realidade ao se recolocar no comando da sessão com 1min16s120. O britânico de 35 anos melhorou ainda mais na volta seguinte para marcar 1min15s984 com pneus macios.

Com cerca de 20 minutos para o desfecho do treino, a Ferrari colocou seus dois pilotos novamente na pista para uma simulação de classificação. Vettel foi mais rápido que Hamilton nos dois primeiros setores, mas perdeu no trecho final e passou em quarto. Leclerc fez melhor ao registrar 1min15s781, o melhor tempo do fim de semana até então, e assumiu a liderança com 0s203 mais rápido que o #44 da Mercedes.

Só que a Mercedes também partiu para a sua simulação em volta rápida. Bottas destruiu o tempo de Leclerc com 1min15s437, com 0s344 de vantagem para o monegasco. Hamilton, desta vez, ficou atrás do finlandês depois de registrar tempo 0s165 mais lento. Verstappen também melhorou, subiu para quarto, enquanto George Russell surpreendeu com boa volta e o sétimo melhor tempo com 12 minutos para o fim dos trabalhos.

Com cerca de 10 minutos para o fim do treino, Hamilton fez outra tentativa de volta rápida, foi melhor que Bottas no segundo setor, mas perdeu tempo no trecho final e virou 0s042 atrás do colega de Mercedes, mantendo assim a segunda posição. Houve tempo ainda para Pérez voltar a colocar a Racing Point em terceiro e ficar 0s161 atrás de Bottas, enquanto Stroll avançava para a quinta colocação, tendo a Ferrari de Leclerc entre os dois.

Fórmula 1 2020, GP da Hungria, Hungaroring, treino livre 3:

1V BOTTASMercedes1:15.437 18
2L HAMILTONMercedes1:15.479+0.04220
3S PÉREZRacing Point Mercedes1:15.598+0.16116
4C LECLERCFerrari1:15.781+0.34419
5L STROLLRacing Point Mercedes1:16.033+0.59615
6M VERSTAPPENRed Bull Honda1:16.084+0.64718
7L NORRISMcLaren Renault1:16.193+0.75618
8S VETTELFerrari1:16.351+0.91418
9P GASLYAlphaTauri Honda1:16.453+1.01620
10D RICCIARDORenault1:16.508+1.07114
11C SAINZ JRMcLaren Renault1:16.545+1.10821
12A ALBONRed Bull Honda1:16.582+1.14519
13E OCONRenault1:16.706+1.26920
14G RUSSELLWilliams Mercedes1:16.847+1.41023
15R GROSJEANHaas Ferrari1:16.866+1.42915
16K MAGNUSSENHaas Ferrari1:17.086+1.64914
17D KVYATAlphaTauri Honda1:17.292+1.85515
18A GIOVINAZZIAlfa Romeo Ferrari1:17.496+2.05920
19K RÄIKKÖNENAlfa Romeo Ferrari1:17.527+2.09025
20N LATIFIWilliams Mercedes1:17.650+2.21317
  Tempo 107%1:20.718+5.281 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube