Bottas mantém domínio, lidera TL3 na Toscana, mas Verstappen fica só 0s017 atrás

Valtteri Bottas manteve a Mercedes na frente na manhã deste sábado em Mugello, mas Max Verstappen voltou a andar muito bem e se colocou muito próximo da liderança, deixando Lewis Hamilton em terceiro

À primeira vista, a Mercedes parece ser novamente a força imbatível neste fim de semana do novo GP da Toscana, nona etapa da temporada 2020 da Fórmula 1. Valtteri Bottas repetiu a performance da sexta-feira e liderou também o terceiro treino livre, que foi realizado na manhã deste sábado (12) em Mugello. Entretanto, Max Verstappen, com a Red Bull muito bem com pneus médios e macios, mostrou que representa uma ameaça real na luta pela pole-position logo mais.

O holandês terminou a última sessão livre na segunda posição, somente 0s017 atrás da volta aferida por Bottas em 1min16s530. Lewis Hamilton ficou de novo atrás do companheiro de equipe e foi batido por 0s083 para ficar na terceira posição.

Destaque também para Lance Stroll, quarto colocado com a Racing Point, enquanto Pierre Gasly, em fase iluminada com a AlphaTauri, completou a lista dos cinco primeiros em Mugello.

Dona da casa e da festa do fim de semana em razão do 1.000º GP na história da Fórmula 1, a Ferrari teve uma manhã de momentos bem distintos nos boxes. Charles Leclerc foi novamente bem e foi o sétimo mais rápido, enquanto Sebastian Vettel terminou apenas em 18º, sendo que 19 pilotos marcaram tempo: George Russell, com problemas nos freios da Williams, quase não andou.

A Fórmula 1 volta a acelerar logo mais, a partir de 10h (de Brasília), para o treino classificatório que vai definir o grid de largada do primeiro GP da Toscana da história da categoria. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

F1; FÓRMULA 1; GP DA TOSCANA; MUGELLO; VALTTERI BOTTAS; SEXTA-FEIRA;
Valtteri Bottas começou bem o sábado, mas Max Verstappen também se mostra forte em Mugello (Foto: LAT Images/Mercedes)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Saiba como foi o treino livre 3 do GP da Toscana de Fórmula 1

Com muito calor neste sábado em Mugello, 27ºC de temperatura ambiente e 40ºC na pista, os pilotos voltaram a acelerar para a primeira atividade do dia no palco do novo GP da Toscana. No começo, os trabalhos foram concentrados apenas nas voltas de instalação.

O primeiro a quebrar o silêncio na pista foi Valtteri Bottas, que marcou 1min17s437 com pneus macios. Só depois, com 17 minutos de sessão, foi que o veterano Kimi Räikkönen deixou os boxes para abrir sua série de voltas, puxando de vez a fila no circuito italiano.

Charles Leclerc chegou a fazer bom tempo com os pneus médios no começo do treino de sábado (Foto: Ferrari)

Também com pneus macios, Lewis Hamilton finalmente ocupou a liderança depois de uma sexta-feira complicada. O hexacampeão virou 0s022 mais rápido que Bottas ao registrar 1min17s415. Charles Leclerc, com a Ferrari, aparecia na terceira posição e com tempo 0s918 mais lento que o do líder, mas tinha pneus médios na sua melhor passagem.

A ordem da tabela de tempos mudou depois que Lance Stroll virou 1min17s580, também com os pneus médios, e subiu para terceiro, enquanto Alexander Albon aparecia em quinto com o carro #23 da Red Bull. Räikkönen figurava em sexto na lista, mas tinha seu melhor tempo com os compostos macios.

Bottas deu o troco em Hamilton em nova volta com os macios para marcar 1min17s239 e retomou a liderança do treino. Lewis caiu para terceiro depois que Max Verstappen conseguiu encaixar ótima volta com os pneus médios para ficar somente a 0s059 do tempo do piloto finlandês da Mercedes.

Max Verstappen apresentou ótima forma na manhã deste sábado (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Em seguida, o holandês foi ainda melhor. Com a parcial mais rápida no primeiro setor, o dono do carro #33 da Red Bull cravou 1min17s116 para tomar a dianteira do treino, deixando os dois carros da Mercedes e todos os outros para trás.

O top-10, já na metade final da sessão, era formado por Verstappen, Bottas, Hamilton, Stroll, Leclerc, Albon, Pierre Gasly, Räikkönen, Sergio Pérez e Esteban Ocon.

George Russell não tinha tempos registrados com a Williams. O prodígio britânico reportava problemas nos freios no FW43 depois de regressar para a garagem da equipe, agora comandada pelo engenheiro Simon Roberts na pista.

Com cerca de 20 minutos para o fim do treino, as equipes iniciaram as últimas simulações em ritmo de classificação. Com os pneus macios, Bottas superou o tempo de Verstappen e voltou à liderança com 1min16s530. Mas a diferença de 0s586 mostra o quão bom havia sido o tempo registrado pelo piloto da Red Bull.

Sebastian Vettel também fez sua simulação em volta rápida e subiu para o provisório sexto lugar, mas tinha tempo 1s656 mais lento na comparação com Bottas. Leclerc passou em seguida e melhorou sua marca, deixando o tetracampeão para trás em cerca de 0s7.

Hamilton bem que tentou, mas não conseguiu superar Bottas em sua volta rápida. O britânico de 35 anos aferiu 1min16s613, 0s083 mais lento que o companheiro de equipe.

Quem voltou a se destacar neste sábado foi Pierre Gasly. Em fase iluminada com a AlphaTauri, o vencedor do GP da Itália da última semana pulou para a quarta posição da tabela ao marcar 1min17s226 para avançar à quarta posição. O francês, contudo, caiu para quinto depois que Stroll passou em terceiro com tempo 0s582 mais lento na comparação com Bottas. O canadense era melhor que Pérez, que estava em sexto lugar.

Só nos minutos finais é que Verstappen saiu dos boxes com pneus macios para sua simulação em ritmo de classificação. O jovem de 22 anos fez novamente uma grande volta e, mesmo depois de ter passado pela grama na reta, virou somente 0s017 mais lento que Bottas. Prova viva de que Max vai lutar mesmo pela pole contra as Mercedes logo mais.

Fórmula 1 2020, GP da Toscana, Mugello, treino livre 3:

1V BOTTASMercedes1:16.530 17
2M VERSTAPPENRed Bull Honda1:16.547+0.01710
3L HAMILTONMercedes1:16.613+0.08314
4L STROLLRacing Point Mercedes1:17.112+0.58210
5P GASLYAlphaTauri Honda1:17.226+0.69614
6S PÉREZRacing Point Mercedes1:17.341+0.81114
7C LECLERCFerrari1:17.488+0.95815
8A ALBONRed Bull Honda1:17.538+1.00811
9D KVYATAlphaTauri Honda1:17.627+1.09717
10R GROSJEANHaas Ferrari1:17.635+1.10519
11E OCONRenault1:17.746+1.21613
12C SAINZ JRMcLaren Renault1:17.768+1.23819
13A GIOVINAZZIAlfa Romeo Ferrari1:17.812+1.28215
14K RÄIKKÖNENAlfa Romeo Ferrari1:17.843+1.31317
15K MAGNUSSENHaas Ferrari1:18.039+1.50917
16N LATIFIWilliams Mercedes1:18.072+1.54216
17D RICCIARDORenault1:18.142+1.61212
18S VETTELFerrari1:18.186+1.65615
19L NORRISMcLaren Renault1:18.826+2.29619
20G RUSSELLWilliams Mercedes 1
  Tempo 107%1:21.887+5.357 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube