Brawn admite “surpresas” em lista de mais rápidos da história, mas se diz “orgulhoso”

A escolha de Ayrton Senna como mais rápido da história, que já causaria polêmica o bastante, veio acompanhada de Heikki Kovalainen e Jarno Trulli em oitavo e nono. O diretor esportivo Ross Brawn saiu em defesa dos algoritmos usados pela AWS

Dizer que Ayrton Senna é o piloto mais rápido da história da Fórmula 1 não é algo controverso, mas certamente encontra resistência entre os fãs de Michael Schumacher e Lewis Hamilton. E o que dizer de Heikki Kovalainen em oitavo e Jarno Trulli em nono em uma lista de mais velozes? A lista da própria F1 causou controvérsia até dizer chega, mas deixou o diretor esportivo Ross Brawn “orgulhoso”.

“Tivemos uma ou duas surpresas na lista, mas até que faz sentido quando você olha com mais atenção”, comentou Brawn, entrevistado pela ESPN. “Eu sou próximo de uma pessoa que trabalhou com o Jarno [Trulli] e ele diz que, se os GPs durassem cinco voltas, ele venceria sempre. A velocidade dele em um curto espaço de tempo era fenomenal”, seguiu.

“Nós estamos orgulhosos. É controverso, será julgado, teremos muito debate e talvez a gente faça ajustes. Não acho que as pessoas estão rindo disso. Acho que causou muito debate. Uma vez que você entende a metodologia, você entende tudo. Qual é a alternativa? A alternativa é cada um montar seu próprio top-10 e certamente seriam listas diferentes”, ponderou.

Ross Brawn não fez críticas ao ranking da AWS (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

A lista foi montada pela Amazon Web Services (AWS), parceira da F1 e responsável por alguns dos gráficos apresentados em transmissões oficiais. A intenção de usar um novo algoritmo para encontrar o mais rápido da história criou debate, mas acompanhado de questionamentos. Além das críticas pela presença de Kovalainen e Trulli no top-10, a presença de dez pilotos dos últimos dois anos no top-20 foi vista como equivocada. Brawn, entretanto, não compra briga com a metodolodia.

“Nós olhamos para dois companheiros de equipe no mesmo dia, na mesma situação, com a mesma oportunidade, e pegamos a diferença de tempo entre os dois. Você acumula isso com o tempo, faz uma média, e precisa que um deles vá para outra equipe. Ele vai para outra equipe. Piloto A é mais rápido que Piloto B. Piloto B vai para outra equipe e é mais rápido que Piloto C, então você pode dizer que A é melhor que C porque A superou B em uma equipe e B superou C em outra. Você monta isso e começa a entender quem são os caras rápidos que superam o companheiro de equipe constantemente”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube