Button fala em pilotagem mais difícil “por causa do torque” e revela dificuldade em andar no simulador da pista de Mônaco

Sem conseguir andar no simulador em Mônaco por ficar "enjoado", Jenson Button acredita que o aumento do torque complique a pilotagem em Monte Carlo

As mudanças da F1 deixam dúvidas quanto a como será a pilotagem no traçado de Monte Carlo mesmo na cabeça dos mais experientes pilotos da categoria. Inclusive o mais experiente: Jenson Button. 
 
No alto de seus 202 GPs disputados, Button não sabe se vai ficar mais difícil guiar no Principado, pois ainda não andou no simulador. Segundo o próprio piloto da McLaren, ele tem dificuldades para pilotar pelo traçado de Mônaco no dispositivo virtual.
Jenson Button e a dificuldade de guiar no simulador de Mônaco (Foto: Julian Finney/Getty Images)
"Perguntaram se vai ser mais difícil andar em Mônaco com a potência dos V6 e o torque nas curvas de baixa. Honestamente, não posso te dar uma resposta a isso porque não pilotei no simulador. Basicamente, não consigo pilotar em Mônaco no simulador porque fico enjoado. Eu não sei porque, mas não consigo. É só nesse. Costumava ser na Hungria também, mas mudaram, então posso pilotar agora", contou.
 
Sobre a dificuldade maior, citou o aumento do torque como o maior fator complicador em Mônaco.
 
"É mais difícil de pilotar, por causa do torque, mas acho que vamos controlar isso bem. Se estiver molhado é que vai ser muito traiçoeiro. Se você não está em alta velocidade, não consegue aquecer os pneus, e isso vai ser muito difícil mesmo com o torque. A única diferença é que da curva da Maçaneta até o túnel tem asfalto novo, e deve ser como foi no primeiro ano de Austin. Muito pouca aderência. Vai ser difícil para todos fazerem os pneus funcionarem, os pneus macios principalmente", encerrou.

GRANDE PRÊMIO cobre 'in loco' o GP de Mônaco, sexta etapa do Mundial de F1, com o repórter Renan do Couto. Para acompanhar todo o noticiário, clique aqui.


GRANDE PRÊMIO EUROBIKE: mostre que você sabe tudo de F1

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube