F1

Calderón completa 90 voltas em novo teste com Sauber e se emociona: “O som do motor é alucinante”

Tatiana Calderón fez neste sábado (17) seu segundo teste pilotando um F1: com a Sauber, da qual é pilota de desenvolvimento, a colombiana deu 90 voltas no circuito de Fiorano, da Ferrari
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Tatiana Calderón (Foto: Sauber)
Tatiana Calderón fez, neste sábado (17), seu segundo teste com a F1. A pilota de desenvolvimento da Sauber deu 90 voltas no circuito de Fiorano, da Ferrari, na Itália

A equipe suíça divulgou nota sobre o teste, o primeiro da colombiana fora de dia de filmagem, que limita a 100 km o tempo no carro. Ela havia estreado em um F1 em outubro, dando 23 voltas no Hermanos Rodríguez, no México, com o C37 da Sauber. 

Desta vez, ela conduziu o C32 da equipe, carro utilizado em 2013. E se emocionou: "Foi uma grande experiência. O circuito é interessante e a atmosfera é especial. O ar e a temperatura estavam baixos, mas consistentes. Meu objetivo era aprender o circuito e encontrar um bom equilíbrio com o carro, o que consegui."
Tatiana Calderón (Foto: Sauber)
"Pilotar o C32 é incrível e o som e a potência do motor V8 é alucinante. Amanhã seguirei trabalhando com simulação de classificação e com voltas de corrida de tarde, o que tenho muita vontade de fazer", completou Calderón.

De acordo com a nota da Sauber, a colombiana deu 90 voltas, somando 265 km, e anotou como melhor tempo no circuito de 2,945 km 59s913.

Calderón tem 25 anos e passagens pela Pro Mazda e pela F3 Europeia. Em 2018 faz seu terceiro ano na GP3, o primeiro pela Jenzer, e aparece em 16°, com 9 pontos, no campeonato liderado por Anthoine Hubert. Pedro Piquet é o atual 6° colocado.