F1

"Satisfeita" com desempenho, Sauber escala Calderón para novo teste na F1 com carro de 2013

Depois de testar com a Sauber no México, no final de outubro, a pilota de desenvolvimento da equipe, Tatiana Calderón, guiará um carro da F1 pela segunda vez. Será no próximo final de semana, em Fiorano
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Tatiana Calderón, nova pilota de desenvolvimento da Sauber (Foto: Sauber)

Tatiana Calderón agradou a Sauber e ganhou nova chance de testar um carro da F1. A pilota, que hoje milita na GP3, fará novos testes na principal categoria do automobilismo mundial no próximo final de semana, nos dias 17 e 18, no circuito de Fiorano, na Itália.

No final de outubro, ela participou de dia de filmagem da equipe suíça no México e guiou por 23 voltas o C37 da Sauber pelo circuito de Hermanos Rodríguez. 

Segundo a colombiana, foi uma "sensação indescritível" e um "sonho que virou realidade". Além disso, curiosamente, afirmou que "em alguns aspectos é mais fácil que o GP3".

A passagem da pilota agradou e o teste na Itália será realizado com mais tempo, já que será com o carro de 2013 da equipe. Desta forma, a FIA não limita o tempo de pista, como faz com testes com carros atuais. 

"Seré genial pilotar um F1 novamente e tão cedo. Esse passo será mais especial, já que terei dois dias completos com o C32. Será emocionante ganhar mais experiência", disse.
Tatiana Calderón (Foto: Sauber)
Frédéric Vasseur, chefe da Sauber, elogiou a pilota: "Estamos satisfeitos em ter Calderón nesses dois dias de testes. Ela nos impressionou com sua dedicação, concentração e habilidade no dia de filmagem. Estamos convencidos de que ela tem o que precisa para correr no nível máximo."

Calderón tem 25 anos e passagens pela Pro Mazda e pela F3 Europeia. Em 2018 faz seu terceiro ano na GP3, o primeiro pela Jenzer, e aparece em 16°, com 9 pontos, no campeonato liderado por Anthoine Hubert. Pedro Piquet é o atual 6° colocado.