Sainz reclama de tráfego após 16º lugar no grid de Abu Dhabi: “Não saíram da frente”

Eliminado ainda no Q1 da classificação do GP de Abu Dhabi, Carlos Sainz disse ter sido atrapalhado por outros pilotos e reclamou da demora para ir à pista na última tentativa

Carlos Sainz começou o fim de semana do GP de Abu Dhabi, última etapa da temporada 2023 da Fórmula 1, da pior maneira possível na última sexta-feira (24) ao sofrer um acidente forte no TL2 e precisar abandonar a atividade. Neste sábado, a classificação não trouxe um destino muito melhor ao espanhol, que foi eliminado ainda no Q1 e vai largar apenas em 16º na corrida deste domingo.

Após a sessão, o piloto saiu bastante insatisfeito com o momento em que a Ferrari o levou à pista, já que precisou encarar tráfego e acabou, em sua opinião, atrapalhado por outros carros. Segundo ele, que tenta ajudar a equipe na briga com a Mercedes pelo segundo lugar de Construtores, os rivais poderiam ter aberto caminho de forma mais suave.

Relacionadas


“Sair do pit-lane como último carro foi uma situação muito ruim”, reclamou Sainz. “Então, saí com muitos carros à frente e tive problemas com tráfego no primeiro e no segundo setores. Sinto que não saíram da frente do jeito que deveriam. Mas a culpa é nossa”, apontou.

Sainz teve uma classificação completamente oposta à do companheiro Charles Leclerc, que garantiu o segundo lugar do grid ao ficar apenas 0s139 atrás de Max Verstappen. Após ser comunicado pela Ferrari no rádio sobre a eliminação, o espanhol mostrou bastante descontentamento com Pierre Gasly e disse que “não estava surpreso”.

Carlos Sainz não vem tendo um fim de semana fácil em Abu Dhabi (Foto: AFP)

Além de toda a insatisfação com os pilotos à frente, Sainz disse que a equipe teve problemas com sua asa dianteira — o que impactou diretamente na demora para ir à pista. Além disso, o piloto reclamou do ritmo da Ferrari e admitiu que o fim de semana tem sido bem difícil.

“Tivemos um problema com nossa asa dianteira, e isso nos atrasou”, lamentou. “Então, precisamos analisar o que poderíamos ter feito de maneira melhor. Honestamente, o fim de semana como um todo tem sido complicado, porque não é como se o ritmo fosse ótimo”, analisou.

“Precisamos entender o que podemos fazer amanhã para conseguir bons pontos como equipe, para conseguirmos uma posição melhor [no Mundial de Construtores]”, finalizou.

Sainz admitiu que a missão de bater a Mercedes ficou mais difícil com o 16º lugar no grid (Foto: Ferrari)

GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e EM TEMPO REAL todas as atividades do GP de Abu Dhabi de Fórmula 1. A largada deste domingo está programada para as 10h (horário de Brasília).

Em SEGUNDA TELA, o GP acompanha a etapa com transmissões da classificação, da sprint e da corrida. Na sexta-feira, no sábado e no domingo, o BRIEFING repercute tudo que acontece na etapa final da temporada 2023.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.