Leclerc bate Ferrari e causa bandeira vermelha no segundo treino de sexta na Bélgica

Charles Leclerc saiu de traseira e terminou estampando a Ferrari no muro do circuito belga com pouco mais de 11 minutos para o fim das atividades desta sexta-feira (27)

A batida de Charles Leclerc no fim do TL2 na Bélgica (Vídeo: F1 TV)

O fim de semana do GP da Bélgica não começou muito bem para a Ferrari nesta sexta-feira (27). Sem ritmo que impressionasse, ainda tiveram de lidar com Charles Leclerc estampando o muro de Spa-Francorchamps e enchendo os mecânicos de trabalho para o restante do dia.

O relógio apontava pouco mais de 11 minutos para o fim do treino quando Leclerc deixou a traseira escapar e, quando consertou, estava tarde demais para evitar que o carro entrasse grama adentro e terminasse cravando e arrastando o lado esquerdo do carro na barreira de proteção.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Charles Leclerc estampou a Ferrari no muro (Foto: Reprodução)

Imediatamente, Leclerc disse que estava tudo bem e se desculpou com a Ferrari no rádio. O acidente fez com que a direção de prova desse bandeira vermelha que ficou em vigor por alguns minutos. Mais tarde, Max Verstappen é que bateu.

A equipe esperava dificuldades na pista belga, mas talvez o 18º lugar para Charles e o 11º de Carlos Sainz tenha sido ainda pior que a encomenda.

O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do fim de semana do GP da Bélgica AO VIVO e EM TEMPO REAL. O terceiro treino livre está marcado para as 7h (de Brasília) do sábado, enquanto a classificação começa às 10h.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

NA VOLTA DA F1, RED BULL CHORA POR VERSTAPPEN E PÉREZ, E MERCEDES CALA BOTTAS E RUSSELL | GP às 10

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar