Leclerc faz honras da casa e põe Ferrari na liderança do TL1 do GP da Emília-Romanha

Max Verstappen bem que tentou, mas apanhou mais que o esperado do RB20. Melhor para a Ferrari, que fez as honras da casa e liderou o TL1 da Emília-Romanha com Charles Leclerc

E deu Ferrari no primeiro treino livre do GP da Emília-Romanha de Fórmula 1, realizado nesta sexta-feira (17). Com um carro totalmente atualizado e apostando alto nas mudanças, coube a Charles Leclerc levar os italianos ao topo da tabela de tempos com 1min16s990 — o único a virar abaixo de 1min17s.

Durante a primeira sessão, os italianos travaram duelo interessante contra a Mercedes, sobretudo de George Russell, que chegou a liderar em vários momentos. O W15 também tem mudanças importantes para o final de semana, e Russell ficou em segundo, a 0s104 do tempo do ferrarista.

O #63, aliás, foi quem quebrou a dobradinha da Ferrari, já que Carlos Sainz ficou em terceiro, 0s026 apenas atrás do representante do time de Brackley. Logo atrás, uma discreta Red Bull, com Sergio Pérez à frente de Max Verstappen.

O neerlandês sofreu mais que o esperado. Também com novidades no RB20, Verstappen reclamou bastante da aderência, além de outras questões. O #1, contudo, encontrou dificuldades principalmente no segundo trecho do traçado, perdendo o carro algumas vezes e chegando até a passear na brita quando vinha em sua tentativa final de volta rápida.

Yuki Tsunoda ficou em sexto, com Lewis Hamilton na sétima colocação. Os McLaren de Lando Norris e Oscar Piastri fecharam em oitavo e nono, respectivamente, com Fernando Alonso completando o top-10.

GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e EM TEMPO REAL todas as atividades do GP da Emília-Romanha de Fórmula 1 e transmite classificação e corrida em segunda tela, em parceria com a Voz do Esporte, na GPTV, o canal do GP no Youtube. Além disso, debate tudo que aconteceu na pista com o Briefing após treinos livres e classificação, além de antes e depois da corrida. O TL2 acontece a partir das 11h45 (de Brasília, GMT-3). No sábado, o TL3 será às 7h30, ao passo que a classificação oficial está marcada para as 11h. Por fim, a largada está marcada para as 10h do domingo. 

:seta_para_frente: Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
:seta_para_frente:Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Charles Leclerc e a Ferrari 2.0 em Ímola (Foto: Ferrari)

Como foi o TL1 da Fórmula 1 em Ímola:

De volta ao tradicional Autódromo Enzo e Dino Ferrari após não correr por lá em 2023 devido às enchentes que assolaram o norte da Itália na ocasião, a F1 deu o pontapé inicial para a aguardada perna europeia, que passeia pelos principais circuitos permanentes do calendário. E ao contrário do que se viu na quinta-feira bastante chuvosa, os pilotos encontraram pela frente um belo dia de sol para as atividades de pista.

Quando as luzes verdes foram acionadas na saída do pit-lane, os termômetros marcavam 23°C de temperatura ambiente, com asfalto em 43°C — quente e exigente para a gama mais macia levada pela Pirelli para o fim de semana em Ímola, C3, C4 e C5.

Com ventos em 15,84 km/h de média de velocidade e umidade relativa do ar baixa, em 35%, os pilotos foram partindo um a um para a primeira sessão livre da etapa italiana. A sexta, na verdade, seria ainda mais importante para quase todos por conta das atualizações levadas para Ímola. Alguns times, aliás, esperaram pela Emília-Romanha para enfim trazer mudanças contundentes em seus respectivos carros.

E nesse grupo, a principal foi a Ferrari, colocando para jogo uma bela repaginada na SF-24, com destaque para mexidas significativas no sidepod, em modelo semelhante ao da rival Red Bull. Depois da dolorosa derrota para a McLaren na China e também em Miami, Ímola seria a prova real para as ambições dos italianos em 2024.

Além das atualizações, o TL1 da Emília-Romanha também trouxe um novo velho nome ao grid: Oliver Bearman, que assumiu o cockpit de Kevin Magnussen, a primeira de seis participações programadas pela Haas para o jovem britânico da F2. Passados os primeiros dez minutos, o ‘homem-urso’ colocou-se em 11º, enquanto Piastri liderava a sessão, seguido do duo da Mercedes, Hamilton e Russell, respectivamente. O W15, aliás, com mais mudanças, agora no assoalho e no conjunto traseiro.

Só que não demorou para Verstappen — também com novo assoalho, além de alterações permanentes na asa dianteira e no bico do RB20 — estabelecer a melhor marca ao virar 1min18s606, 0s3 mais rápido que o tempo do australiano da McLaren. Em seguida, Pérez fechou a dobradinha da Red Bull, ficando a míseros 0s008 do neerlandês.

Russell, então, virou 1min18s193, trazendo consigo Piastri novamente para cima, à frente de Verstappen. Mais um giro, e o #63 foi o primeiro a baixar para 1min17s9. Max, por sua vez, baixava o próprio giro e pulava para segundo.

Alex Albon encostou o carro com problemas durante o TL1 (Vídeo: Reprodução/DAZN España)

Por volta de 40 minutos restantes, a bandeira vermelha deu o ar da graça após o motor de Alexander Albon apagar. Treino paralisado, portanto, mas com relógio correndo, conforme acontece nos treinos livres. E na tabela, o top-10 era formado por Russell, Piastri, Hamilton, Verstappen, Tsunoda, Sainz, Leclerc, Pérez, Lance Stroll e Daniel Ricciardo.

A pista foi liberada após cerca de dez minutos, e Leclerc — de engenheiro novo — decidiu retornar à ação calçado com pneus macios. A medida surtiu efeito, pois o monegasco colocou 0s4 sobre o tempo de Russell.

Enquanto Tsunoda, também de macios, pulava para segundo, Sainz assumia a liderança com 1min17s120. Hamilton, por sua vez, conseguiu um bom giro e colocou-se entre as Ferrari, mas não por muito tempo, pois Leclerc veio imediatamente atrás e fechou a volta em 1min27s313. O melhor McLaren era Piastri, em sexto, enquanto Norris ainda vinha distante, em 12º, e reclamando de algum problema no carro. Verstappen surgia em um discreto sétimo lugar.

Com 24 minutos para o fim, Russell cravou 1min17s094, colocando novamente a Mercedes na liderança do TL1. Nos boxes, a transmissão mostrava grande movimentação da McLaren no carro de Norris, agora já em 14º, logo atrás de Alonso — outro com inúmeras mudanças no carro para o final de semana.

Leclerc, então, passou 0s027 mais rápido que Russell na primeira parcial. No segundo trecho, 0s124 melhor que o piloto da Mercedes, o melhor do TL1 até então. E mesmo tendo perdido tempo na parte final, foi suficiente para voltar à liderança, sendo o primeiro a baixar de 1min17s.

No momento em que Leclerc colocava-se como homem a ser batido, Hamilton escapava na saída da Acque Minerali e precisou de braço para evitar a batida. Um susto que causou apenas uma sinalização de amarela no setor por pouco tempo.

Lewis Hamilton roda no TL1 da Emília-Romanha (Vídeo: reprodução/F1 TV)

Perto de 15 minutos para o fim, Leclerc, Russell, Sainz, Tsunoda, Hamilton, Piastri, Pérez, Verstappen, Stroll e Ricciardo formavam o top-10. Após um curioso problema com a sobreviseira — ficou presa no duto de freio —, Max voltou à pista com os macios e fez o melhor primeiro setor. O segundo trecho, todavia, foi determinante para deixar o neerlandês ainda longe do top-3, apenas em quinto, mesmo tendo feito também o melhor último trecho do circuito de Ímola.

Com 10 minutos para o término da sessão, a Ferrari foi a primeira a puxar as simulações de corrida com os compostos duros. Verstappen, entretanto, voltava mais uma vez à pista determinado a acertar o segundo setor para colocar o RB20 na liderança. Era o que faltava, mas o plano deu certo. Reclamando bastante da aderência, Max chegou a escapar para a brita quando o cronômetro estava a segundos de zerar, tendo de se contentar mesmo com a quinta colocação do TL1.

Fórmula 1 2024, GP da Emília-Romanha, Ímola, Treino Livre 1:

1C LECLERCFerrari1:16.990 
2G RUSSELLMercedes1:17.094+0.104
3C SAINZFerrari1:17.120+0.130
4S PÉREZRed Bull Honda1:17.233+0.243
5M VERSTAPPENRed Bull Honda1:17.240+0.250
6Y TSUNODARB Honda1:17.388+0.398
7L HAMILTONMercedes1:17.408+0.418
8L NORRISMcLaren Mercedes1:17.602+0.612
9O PIASTRIMcLaren Mercedes1:17.807+0.817
10F ALONSOAston Martin Mercedes1:17.867+0.877
11P GASLYAlpine1:17.905+0.915
12L STROLLAston Martin Mercedes1:18.072+1.082
13D RICCIARDORB Honda1:18.142+1.152
14E OCONAlpine1:18.612+1.622
15O BEARMANHaas Ferrari1:18.667+1.677
16V BOTTASSauber Ferrari1:18.827+1.837
17G ZHOUSauber Ferrari1:19.129+2.139
18L SARGEANTWilliams Mercedes1:19.901+2.911
19A ALBONWilliams Mercedes1:20.050+3.060
20N HÜLKENBERGHaas Ferrari1:21.059+4.069
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.