Leclerc sente “sabor agridoce” em 7º lugar após “uma das minhas melhores performances”

Charles Leclerc ficou com um sabor agridoce na boca ao chegar apenas em sétimo após o que considerou uma das melhores corridas da vida na F1

A Ferrari não teve o melhor dos finais de semana, mas fechou o GP da Estíria com pontos nos dois carros, com Carlos Sainz saindo de 12º no grid para sexto e Charles Leclerc chegando em sétimo após chegar a cair para 18º por um toque em cima de Pierre Gasly logo na largada. Neste domingo (27), Leclerc falou em sabor agridoce pelo resultado após uma exibição de muitas ultrapassagens.

O monegasco, que foi eleito piloto do dia, afirmou que teve um dos melhores desempenhos da carreira, mas que a batida com Gasly tirou as chances de algo melhor.

“É um sabor agridoce que fica. Por um lado, uma das minhas melhores performances na F1, mas, por outro, apenas um sétimo lugar, queria ter brigado por mais, mas aconteceu o que aconteceu na primeira curva. O ritmo estava incrível, muito feliz com isso”, disse.

Charles entende que poderia ter chegado algumas posições mais para frente, mas não perdeu muito tempo se lamentando, aproveitando para elogiar o ritmo de corrida da Ferrari, que tanto faltou na França.

“Se olhar para o que rolou na primeira volta, foi uma corrida incrível, fomos muito rápidos, mas aquilo nos impediu de ter algo melhor, era uma grande oportunidade. O ritmo estava incrível, talvez uma das minhas melhores performances na F1 tirando a volta 1. É a vida”, seguiu.

Charles Leclerc se recuperou no GP da Estíria (Foto: Ferrari)

Leclerc não assumiu a culpa pelo toque em Gasly, mas também não culpou o francês. Agora, vira a chave para o GP da Áustria, na mesma pista, na semana que vem.

“Honestamente, preciso rever o incidente de fora. Não sei se Pierre foi para a esquerda, se eu fui para a direita, pareceu que nós dois fizemos a mesma coisa e tocamos. Estou ansioso para semana que vem, fazia tempo que a gente não tinha um ritmo de corrida tão bom”, completou.

Sainz saiu bem mais satisfeito com o resultado, afinal, largou cinco posições abaixo de Leclerc e chegou uma na frente. O espanhol destacou também a performance da Ferrari em corrida.

“Muito feliz! Foi um ótimo dia. Fizemos o possível em um primeiro stint bem forte com os médios e aí fizemos um overcut em boa parte do pelotão, foi o que deu para fazer. Ficou tarde para buscar Lando, mas foi uma ótima recuperação. O carro estava bom de ritmo, tão bom quanto o do Pérez”, comentou.

Outro ponto positivo, segundo o espanhol, foi que os pneus não se deterioraram da mesma forma que havia acontecido na França, quando os italianos foram engolidos pelo pelotão intermediário.

“Foi um dia positivo para a equipe. Uma pena que não conseguimos tirar mais pontos da McLaren pelo Lando, mas foi bom. Não tivemos problemas com pneus como aconteceu em Paul Ricard, foi estranho: fomos rápidos na corrida e não na classificação”, finalizou.

Leclerc bem na sexta colocação do Mundial de Pilotos com 58 pontos, enquanto Sainz aparece logo abaixo, com 50 tentos.

LEIA TAMBÉM
+O resultado do GP da Estíria de Fórmula 1
+A classificação da Fórmula 1 depois do GP da Estíria

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar