Chassi de novo carro da Alfa Romeo fica destruído após crash-test da FIA

De acordo com o site alemão ‘Motorsport-Magazin’, a Alfa Romeo sofreu um grande revés no desenvolvimento do seu carro para 2020. O novo modelo ficou destruído em um teste de impacto feito pela FIA em Milão

A Alfa Romeu sofreu um duro golpe no desenvolvimento do seu carro para a temporada 2020 do Mundial de F1. Segundo o site alemão ‘Motorsport-Magazin’, a equipe ítalo-suíça teve o chassi do novo carro destruído após ter sido submetido ao crash-test, o teste de impacto obrigatório promovido pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo). 
 
O crash-test foi realizado em Milão, na Itália, em um dos três laboratórios credenciados pela FIA para a execução do processo. O novo chassi da Alfa Romeo foi reprovado depois de ter ficado destruído na esteira de um teste de colisão frontal. 
A Alfa Romeo vai seguir com Antonio Giovinazzi e Kimi Räikkönen para 2020 (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Ao todo, cada carro é submetido a cerca de 15 distintos testes de impacto para que o chassi seja aprovado para as competições. 
 
Segundo a publicação, o prejuízo para o desenvolvimento do sucessor do C38 é brutal, uma vez que a expectativa é que o projeto fique atrasado entre três e quatro semanas. 
 
O fim de ano é de férias para os pilotos, mas de muito trabalho nas fábricas para o desfecho dos preparativos para 2020 por conta do período de menos de dois meses para o início dos testes de pré-temporada, que vão ter lugar em fevereiro, novamente em Barcelona.

Paddockast #46
OS 10 MELHORES PILOTOS DA DÉCADA

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar