Chefe da Alfa Romeo elogia Zhou e espera “parceria de muito sucesso” com Bottas

Frédéric Vasseur, chefe de equipe da Alfa Romeo, elogiou Guanyu Zhou e espera por uma "parceria de sucesso" do chinês com Valtteri Bottas na temporada de 2022

Lewis Hamilton e a bandeira do Brasil (Vídeo: Reprodução/F1 TV)

Sem surpresas, a Alfa Romeo confirmou nesta terça-feira (16) que o chinês Guanyu Zhou será o companheiro de equipe de Valtteri Bottas no ano que vem, tornando-se o primeiro chinês a ser piloto titular de uma equipe no Mundial de F1.

Até o momento, Zhou compete pela Fórmula 2, e está em sua terceira temporada: soma, neste ano, quatro vitórias, e está na segunda posição do campeonato com 142 pontos, 36 a menos que o líder Oscar Piastri. E, por isso, pelos resultados mostrados pelo piloto de 22 anos, Frédéric Vasseur, chefe da Alfa Romeo, exalta a chegada de um “talentoso” Zhou e reitera a importância de expandir a marca italiana para seu país de origem, a China.

“É um prazer receber Guanyu Zhou na Alfa Romeo. É um piloto muito talentoso, como os resultados mostraram na F2, e estamos ansiosos para ajudar que seu talento floresça mais ainda na F1. Estamos orgulhosos da nossa dupla para 2022 e confiantes que Zhou formará uma parceria muito bem-sucedida com Valtteri”, disse Vasseur.

GUANYU ZHOU; FÓRMULA 2; F2; BAHREIN; VITÓRIA;
Zhou fará dupla com Valtteri Bottas em 2022 (Foto: F2)

“Estamos ansiosos também por receber novos fãs chineses para a equipe: a Alfa Romeo é uma marca histórica que incorpora o espírito da F1, e faremos o máximo para tornar a experiência do esporte ótima para a China”, acrescentou.

Zhou, que também já passou pelas academias da Alpine e Ferrari, chega à Fórmula 1 muito por conta também da força dos patrocinadores locais. Segundo informa o diário suíço Blick, o chinês levará à Alfa Romeo um aporte anual de cerca de US$ 25 milhões (ou R$ 136,4 milhões).

De todas as dez equipes do grid, a Alfa Romeo é a única que vai para a temporada onde tudo será novo, em 2022, com uma dupla de pilotos totalmente reformulada. Bottas vai chegar a Hinwil para ocupar a vaga deixada por outro finlandês, Kimi Räikkönen, que se despedirá da Fórmula 1 ao fim deste ano, enquanto Zhou vai substituir Giovinazzi, especulado como possível futuro piloto da Ferrari no projeto de hipercarros para o Mundial de Endurance.

F1: Hamilton CONQUISTA Brasil + Retratação | Paddock GP #268

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar