Chefe da AlphaTauri vê Verstappen “no caminho” de Senna: “Disposto a correr riscos”

Franz Tost diz que ver Max Verstappen pilotar o lembra de Ayrton Senna e sai em defesa do holandês: "Se puder evitar a colisão, ele evita. Se não, bate. E é isso"

Paddock GP #259 faz prévia do GP da Turquia de F1

A temporada 2021 da Fórmula 1 já está em sua reta final, mas a disputa pelo título continua totalmente aberta. Apenas dois pontos separam Lewis Hamilton, o líder do campeonato, e Max Verstappen, os únicos postulantes à taça. E até aqui, apesar de ocupar a segunda colocação, o holandês já venceu sete corridas, contra cinco triunfos do inglês. E o chefe da AlphaTauri, Franz Tost, vê o jovem de 24 anos pronto para ser campeão.

De acordo com o dirigente austríaco, o estilo de pilotagem empreendido por Verstappen lembra o de Ayrton Senna, brasileiro tricampeão mundial de F1 e considerado um dos melhores pilotos de todos os tempos.

“Acho provável que ele esteja mais no caminho do Senna, em termos de estar disposto a correr riscos e a disposição de vencer”, disse Tost ao portal alemão Sport1. “Eu o conheço desde o kart, ele tem um controle do carro absurdo. Não tem nenhum problema com velocidade e está sempre no controle. Ele tem um excelente ‘feeling’ em relação ao carro e aos pneus. Além disso, seu pai Jos lhe deu uma ótima educação. Ninguém consegue surpreendê-lo”, afirmou.

Chefe da equipe irmã da Red Bull, Tost conhece o prodígio há muitos anos, desde sua época de kart. Além disso, ambos trabalharam juntos na AlphaTauri – que na época ainda se chamava Toro Rosso – entre os anos de 2015 e 2016.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

LEWIS HAMILTON; MAX VERSTAPPEN; GP DA RÚSSIA; FÓRMULA 1; F1;
Max Verstappen e Lewis Hamilton, concorrentes ao título da F1, lado a lado (Foto: Andy Hone/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Com mais vitórias até aqui na temporada do que seu rival pelo título, Verstappen teve três abandonos em 2021 (Azerbaijão, Inglaterra e Itália), contra apenas um de seu concorrente. Os dois últimos, inclusive, foram em acidentes com o próprio Hamilton, em rivalidade que pegou fogo de verdade este ano e deve continuar assim até o final da disputa, na opinião de Tost. Para ele, que torce pela vitória do holandês, a vitória conquistada pelo jovem em casa, na Holanda, foi a confirmação de que o prodígio está pronto para ser campeão.

“Definitivamente. Teremos alguns cenários de corrida promissores no futuro. Ficaria feliz se Max vencesse o título no final”, reconheceu.

“A resposta foi sua corrida em casa, em Zandvoort. Se você consegue dominar a corrida em frente a seus fãs fanáticos, em seu país de origem, com toda a pressão e expectativa, você não precisa temer mais nada. Max não pode ser tirado de seu equilíbrio. Ele foca de corrida em corrida, quer vencer todas. Se uma colisão pode ser evitada, ele evita. Se não, não. Ele bate. E é isso!”, finalizou.

Entre os Construtores, a distância para a Mercedes é maior. A Red Bull, segunda colocada no campeonato, possui 33 pontos a menos do que a escuderia alemã. A próxima oportunidade que o time austríaco terá para reverter a desvantagem será no próximo fim de semana, entre os dias 8 e 10 de outubro, com o GP da Turquia, no Istambul Park.

LEIA TAMBÉM
Norris revela problemas de saúde mental em ano de estreia na F1: “Me sentia depressivo”
Grosjean se diz “apaixonado” por carro da Indy em primeira temporada e ressalta “liberdade”
Norris diz que conselhos de “ídolo” Hamilton “significam mais” que de outros pilotos

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar