Chefe da Honda admite necessidade de trocar peças do motor a cada duas corridas e declara: “Isso não é aceitável”

Chefe da Honda, Yusuke Hasegawa admitiu a necessidade de trocar as chamadas peças rotativas, como motor e MGU-H, por exemplo, a cada duas corridas. Dirigente explicou falha com carro de Jenson Button e afirmou que a troca que rendeu uma punição de 15 posições no grid foi a opção segura da McLaren

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : ‘pt’
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : ‘inread’
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Chefe da Honda, Yusuke Hasegawa reconheceu que a montadora nipônica precisa trocar peças do MCL32 a cada duas corridas. Jenson Button sofreu uma punição de 15 posições no grid de Mônaco neste sábado (27) por conta de uma mudança no turbo e no MGU-H depois dos treinos de quinta-feira.
 
Hasegawa explicou que o carro de Button não teve uma falha completa de MGU-H, mas os mecânicos identificaram uma pequena falha na peça. Assim, depois de uma discussão com a McLaren, a opção foi pela saída mais segura.
Jenson Button perdeu 15 posições no grid por conta de uma punição (Foto: McLaren)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A Honda já modificou o design do MGU-H depois dos muitos problemas de confiabilidade sofridos no início do ano, mas Hasegawa entende que é preciso fazer mais. 
 
“Nós precisamos trocar a cada duas corridas. Isso não é aceitável”, disse Hasegawa ao site norte-americano ‘Motorsport.com’. “Nós pensamos que temos de ter mais modificações por robustez, especialmente com as peças rotativas”, seguiu.
 
“Atualmente, estamos controlando algumas temperaturas ou comportamentos. Nós podemos controlar confiabilidade. Desta vez, se saiu bem [em termos de quilometragem], mas nós ainda estamos tendo alguns problemas de confiabilidade”, comentou. 
 
Ciente de que a punição deste fim de semana afeta de forma severa as chances da McLaren de pontuar em Mônaco, a Honda foi inicialmente relutante em trocar peças do motor, mas acabou tomando a decisão depois de discutir “muito cuidadosamente” com a escuderia de Woking. 
 
“Depois do TL2, nós normalmente checamos cada uma das partes rotativas — motor, MGU-H — e nós vimos que o MGU-H estava um pouco estranho para uma situação normal”, contou Hasegawa. “Não está completamente estranho, mas os mecânicos sentiram alguma fricção. Quando temos uma falha completa do MGU-H, a turbina está completamente travada. Desta vez, isso não aconteceu, mas os mecânicos sentiram alguma resistência”, relatou.
 
“Nós discutimos as coisas com o lado japonês e decidimos mudar na sexta-feira de manhã. Aquela é uma peça de 100 mil RPM e, se sentimos alguma coisa estranha, nunca dura. Nós tínhamos uma chance, mas não valia a pena”, concluiu.

#GALERIA(7048)
 

GENIAL, ALONSO FOI ESPETACULAR NA CLASSIFICAÇÃO EM INDIANÁPOLIS E ENTRA NO PÁREO PELA VITÓRIA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = ‘ca-pub-6830925722933424’;
google_ad_slot = ‘8352893793’;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(‘crt_ftr’).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(‘cto_ifr’);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(‘px’)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write('’);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube