Chefe da Lotus responsabiliza imprensa por apatia dos pilotos e garante: “São livres para dizerem o que pensam”

Chefe da Lotus, Federico Gastaldi contrariou Emerson Fittipaldi e afirmou que o time não diz aos pilotos o que eles têm de dizer aos jornalistas. Dirigente avaliou que foi a postura da mídia que tornou os pilotos apáticos

Reconhecida por sua habilidade nas mídias sociais, a Lotus decidiu responsabilizar a imprensa pela mudança na imagem dos pilotos, que passaram a ser vistos como apáticos e pouco autênticos. 
 
No início da semana, Emerson Fittipaldi criticou a falta de liberdade de expressão na F1 e avaliou que os pilotos se tornaram robôs.
Federico Gastaldi afirmou que a imprensa é culpada pela postura dos pilotos (Foto: Lotus/Facebook)
“Acho que a comunicação é uma grande parte disso. Se tem uma coisa que deveriam permitir, é a liberdade”, disse Emerson em entrevista à publicação norte-americana ‘Motorsport.com’. “Nos Estados Unidos, todos falam em ‘liberdade de expressão’”, seguiu.
 
“Se você guia para a Ferrari, por exemplo, antes da coletiva de imprensa vão te dizer: ‘Você não pode dizer isso’ ou ‘Você não deveria dizer aquilo’. Isso é bobagem”, avaliou. “Eu sou um robô? Ou sou uma personalidade? É isso que está faltando”, defendeu.
 
 Chefe da Lotus, Federico Gastaldi discordou do bicampeão e avaliou que a imprensa é a responsável pela imagem atual dos pilotos.
 
“Entendo o que Emerson está dizendo, mas sei que nós, como equipe, não fazemos nada de forma proativa para impedir que os nossos pilotos digam o que pensam”, garantiu. “Os pilotos são livres para decidirem dizer o que pensam, mas eles estão falando para um mundo muito diferente de quando Emerson era piloto”, observou.
 
“Agora, se você diz algo ligeiramente fora do normal, isso é repetido, de forma deturpada, analisado e regurgitado em todas as formas de mídia e acho que os pilotos adotaram uma abordagem sábia em relação a isso”, opinou. “Quanto menos coisas controversas você disser, menos tempo você tem de passar respondendo perguntas sobre isso! Isso é parte da razão pela qual os pilotos evoluíram para soarem como políticos”, justificou.
 
Gastaldi, então, completou seu raciocínio de uma forma um tanto atípica: “Eles querem guiar e não passar horas discutindo se Kim Kardashian deveria aparecer na capa da Rolling Stone”.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube