Chefe da Lotus revela frustração com mudanças nos pneus e diz que Pirelli está sob pressão

Eric Boullier comparou as mudanças nos pneus da F1 com o futebol: “É como um time que não pode correr tão rápido quanto o seu rival, e as dimensões do campo são alteradas após o intervalo”. O dirigente francês, entretanto, confia que a Lotus vai conseguir se adaptar bem às mudanças


Debaixo de uma saraivada de críticas, vindas principalmente da Red Bull, mas proferidas até mesmo por Bernie Ecclestone, a Pirelli se viu sem alternativa e, após o GP da Espanha e o excessivo desgaste dos pneus, decidiu modificar a construção dos compostos. Assim, a fornecedora italiana acredita que os pilotos voltarão ao usual número de dois a três pit-stops por corrida, no máximo, e não mais quatro, como foi visto no último fim de semana.

Mas nem todos viram a decisão com alegria. É o caso, por exemplo, de Eric Boullier. Chefe da equipe que conseguiu a melhor relação consumo dos pneus-desempenho do carro, o francês classificou como frustrante a decisão da Pirelli.

Em entrevista ao site oficial da Lotus, o dirigente fez uma analogia com o futebol e explicou porque não concorda com as mudanças estabelecidas pela fornecedora de Milão, que disponibilizará novos pneus a partir do GP do Canadá, sétima etapa da temporada.
Eric Boullier não curtiu muito a decisão da Pirelli em mudar a construção dos pneus (Foto: Lotus/ Andrew Ferraro/LAT Photographic)
Em site oficial, Ferrari alfineta Red Bull por críticas constantes aos pneus

“Não há muitos esportes em que há mudanças tão cruciais na metade de uma temporada. Imagine por um momento que, se um time de futebol não pode correr tão rápido quanto o seu rival, as dimensões do campo são alteradas após o intervalo. Há mudanças que podem ser vistas como algo frustrante e espero que não sejam tão extremas”, disse Boullier, que vê a Pirelli sob pressão. “Está claro que a Pirelli se encontra em uma situação diferente e sob pressão em várias frentes”, avaliou.


O comandante da Lotus entende que sua equipe fez um bom trabalho ao desenvolver um carro que consegue lidar bem com o consumo dos pneus, algo que não tem acontecido com boa parte dos times do grid. Essa é uma das razões da sua decepção com a decisão da Pirelli.

“Como em cada temporada, algumas equipes fazem um trabalho melhor que outra com seu design, e alguns pilotos se adaptam melhor que outros às mudanças nos carros e pneus. É frustrante quando você desenvolve um carro partindo de uma especificação de pneus que estão disponíveis para todos para logo afirmarem que mudaram na metade da temporada”, lamentou Boullier.

“No ano passado, quando estávamos projetando nosso carro de 2013, cada equipe recebeu informação da Pirelli e todos fizeram o melhor trabalho possível para desenvolver um chassi que tirasse proveito das características dos pneus. Inclusive, corremos com os pneus experimentais de 2013 no fim da temporada para ajudar a confirmar nossos rumos de desenvolvimento”, acrescentou o dirigente, bastante insatisfeito.

Entretanto, Eric deixou claro que confia nas capacidades de seu staff técnico, agora liderado por Nick Chester, para seguir em alta na temporada. “Dito isso, temos uma equipe de designers e engenheiros com muito talento e que trabalharão em toque de caixa para garantir que nos adaptaremos a essas mudanças da maneira mais competitiva”, complementou o chefe da Lotus.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube