Chefe da Mercedes até elogia Bottas, mas já pensa em 2019 e não descarta conversa com Ricciardo

Valtteri Bottas nem bem terminou a temporada e já sofre a pressão por melhores resultados na próxima temporada na F1. Isso porque, com apenas um ano de contrato a mais, o finlandês precisa assegurar a vaga com a Mercedes, que já não esconde que está de olho no mercado para 2019. E um dos nomes cotados é o de Daniel Ricciardo

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Valtteri Bottas chegou à Mercedes de forma inesperada. O finlandês foi escolhido de última hora para substituir Nico Rosberg, que decidira se aposentar no fim da temporada de 2016, logo depois de se tornar campeão do mundo. Embora tenha vivido um campeonato razoavelmente competitivo em 2017, com três vitórias e quatro poles, Bottas não conseguiu assegurou um vínculo de logo prazo com os alemães. E agora deve iniciar o próximo ano já pressionado por resultados, porque a esquadra prateada não esconde que segue de olho no mercado de pilotos para além de 2018. E que tem um nome em vista. 

Daniel Ricciardo tem nome cotado na Mercedes (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

"A dinâmica entre Valtteri e Lewis, apesar desta ter sido uma temporada difícil, foi muito positiva. Gostaria muito que essa parceria seguisse e estamos totalmente envolvidos com eles para 2018, mas 2019 será um novo ano", afirmou Toto Wolff, o chefão da Mercedes.

 
"Há pilotos com muita experiência e muito bons que vão estar disponíveis, como Daniel (Ricciardo). Vamos ver o que acontece no primeiro terço da temporada, se o nosso carro for suficientemente forte e rápido, porque é nisso que estamos focados agora. Só então vamos avaliar a situação dos pilotos e temos esperança de tomar a decisão correta", completou.
 
O australiano vai entrar em 2018 no último ano de contrato com a Red Bull. E a equipe austríaca, que já acertou a renovação com Max Verstappen, avisou que a prioridade agora é ampliar o vínculo com o #3. "O nosso desejo absoluto é fazer com ele amplie o acordo com o time até pelo menos 2020", disse Christian Horner, o comandante da esquadra das bebidas energéticas.
 
"Na verdade, ele quer, antes de tudo, ver qual será o rendimento do motor para o próximo ano, o que é algo compreensível, então vamos ver o que acontece", acrescentou.
 
Em 2018, a Red Bull continua sendo empurrada pelos motores da Renault, mas, para o ano seguinte, a equipe ainda precisa encontrar uma nova fornecedora. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube