Chefe da Mercedes revela que ausência no GP do Brasil foi “experimento”

Toto Wolff ficou de fora do GP do Brasil e assistiu a Mercedes trabalhar sem o seu dedo. O chefe afirmou que foi um experimento visando as próximas temporadas com um calendário mais extenso, mas isso não deve acontecer com frequência em 2020

Com os títulos de pilotos e construtores garantidos mais uma vez, a Mercedes passou por uma situação diferente no GP do Brasil, disputado em novembro passado. O chefe de equipe Toto Wolff não compareceu em Interlagos, perdendo uma corrida pela primeira vez desde 2013. Apesar dos rumores de um possível encontro do chefe com a Ferrari, ele revelou um novo experimento.
 
Em entrevista ao site alemão ‘Motorsport-Total.com’, Wolff revelou que gostaria de saber como o time trabalharia sem sua presença, algo que poderá acontecer em 2020 com o desgaste por conta das 22 corridas agendadas. O resultado na pista foi desastroso, com Lewis Hamilton em sétimo após punição e Valtteri Bottas fora por estouro de motor.
 
"Queríamos descobrir como seria com outros membros de alto escalão do time se eu ficasse em casa em algumas corridas com o calendário expandido para 22 corridas no futuro. Foi algo que sempre quis tentar. Foi estranho porque o fator relaxante foi alto. Um psicólogo esportivo explicou para mim em um jeito que sabia que todos trabalhariam lá sem a minha presença. Esse sentimento ficou mais forte", declarou Wolff, que viu a Mercedes somar 739 pontos e 15 vitórias em 2019.
Valtteri Bottas (Foto: Mercedes)
Apesar de ter gostado do experimento, Wolff revelou que sua ausência não será frequente. Ele confirmou que não participará de uma corrida em 2020, mas não revelou qual.
 
"Todos nós temos um papel importante para o time, e precisamos ser claros sobre o que estamos trazendo ao time. Se o que alguém traz é importante, precisa estar em todas as corridas", comentou "Não achei a solução ainda. Sei qual corrida devo perder, mas revelar qual é não seria politicamente correto", completou.
 

Carregando…

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar