Chefe da Red Bull vê “rota ascendente” de Kvyat na F1 e afirma: “Pódio vai lhe trazer ainda mais confiança”

Christian Horner não poupou elogios ao jovem russo, que faturou em Hungaroring seu primeiro pódio na F1. Mesmo tendo de lidar com um acréscimo de 10s no seu tempo de prova como punição, o piloto garantiu seu melhor resultado na carreira, terminando a corrida em segundo

Em sua segunda temporada na F1, a primeira correndo pela Red Bull, Daniil Kvyat conquistou seu melhor resultado na carreira. O segundo lugar no insano GP da Hungria manteve o jovem russo de 21 anos em rota ascendente em 2015 depois de um começo bem complicado. Christian Horner elogiou o trabalho e a evolução do seu piloto, que agora encostou de vez em Daniel Ricciardo na disputa interna do time taurino. Agora, o australiano, que conseguiu salvar um pódio improvável em Hungaroring após o incidente com Nico Rosberg, soma 51 pontos, contra 45 de Kvyat.

“Acho que desde Mônaco ele tem evoluído cada vez mais. Acho que ele fez um grande trabalho hoje, e ele merece seu primeiro pódio. É outra marca que ele deixa, e isso vai lhe trazer ainda mais confiança. É parte de uma rota ascendente para ele, que vem se desenvolvendo muito bem”, vibrou o chefe de equipe da Red Bull.

Daniil Kvyat abraça emocionado Phillipe Bianchi após pódio em Hungaroring (Foto: AP)

As primeiras corridas do ano foram um tormento para Kvyat. A começar pelo GP da Austrália, no qual o russo sequer teve condições de largar por conta de um problema no câmbio. Depois, Daniil só acumulou cinco pontos entre os GPs da Malásia e da Espanha. A grande virada aconteceu a partir do GP de Mônaco, onde o russo terminou em quarto lugar.

Após ‘bater na trave’ e ficar por pouco de fora do pódio em Silverstone, terminando em sexto, Kvyat finalmente chegou lá na Hungria e levou para casa seu primeiro troféu como piloto de F1.

O NOVO PROJETO DO GRANDE PRÊMIO

Flavio Gomes: nossos patrões — os detalhes do projetoColabore com o projeto e ganhe uma camiseta da Red BullEntretanto, Kvyat teve de lidar com uma punição — acréscimo de 10s no seu tempo total de prova — por ter excedido os limites de pista ao ultrapassar Lewis Hamilton após a relargada do GP da Hungria.

Ao ser indagado sobre a nota que seus pilotos merecem nesta primeira metade do campeonato, Horner deu um leve puxão de orelhas no piloto do #26, mas disse apostar no talento do russo para a sequência do Mundial.

“Creio que a nota de Ricciardo é A+, para ser sincero contigo, e Daniil Kvyat precisa prestar mais atenção ao regulamento, mas ele está chegando lá. Depois de um começo difícil, que não foi sua culpa, ele perdeu a primeira corrida, teve muitos problemas de confiabilidade e quebras”, afirmou. “Mas ele se recuperou e tem seguido em frente. Diria que ele tem uma nota muito boa antes desta primeira pausa”, finalizou Horner.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube