F1

Chefe da Toro Rosso aposta em evolução em 2019 e avisa: “Honda vai reduzir a diferença completamente”

Chefe da Toro Rosso, Franz Tost se mostrou confiante na capacidade da Honda de colar em Mercedes e Ferrari ao longo da temporada 2019. Dirigente torceu, ainda, para a escuderia de Faenza também apresente resultados mais consistentes

Warm Up / Redação GP, de São Paulo

Chefe da Toro Rosso, Franz Tost parece confiar plenamente na capacidade da Honda de produzir um bom motor para 2019. Após uma temporada trabalhando com a montadora nipônica, o dirigente acredita que os japoneses conseguirão “reduzir completamente a diferença” para Mercedes e Ferrari ao longo de 2019.
 
Ainda, Tost se mostrou animado com o fato de ter o mesmo motor da Red Bull e avaliou que a parceria com a equipe dos energéticos vai permitir que a escuderia de Faenza poupe recursos. 
Franz Tost acredita que a Honda pode chegar em Mercedes e Ferrari em 2019 (Foto: Beto Issa)
“Já que vamos usar o mesmo motor, já existem muitas outras sinergias”, disse Todt à publicação alemã ‘Speed Week’. “A Toro Rosso vai usar o câmbio da Red Bull, a suspensão traseira completa e elementos da suspensão dianteira e outras partes”, seguiu.
 
“Vamos poupar recursos e espero um aumento de performance”, afirmou.
 
Assim como acontece do lado da Red Bull, Tost se mostrou confiante na evolução na Honda na temporada 2019.
 
“Em termos de performance, a Honda reduziu a diferença para Mercedes e Ferrari”, considerou. “Se não aparecer nenhum problema sério nos próximos estágios de desenvolvimento, a Honda vai reduzir a diferença completamente durante a temporada 2019”, apostou.
 
Por fim, Todt falou sobre os planos da Toro Rosso para apresentar o carro de 2019, mas sem dar uma data específica.
 
“O lançamento está previsto para a sétima semana. Nós estamos discutindo no momento vários cenários para a apresentação”, encerrou.