Circuito de Miami acena para Indy e Nascar e quer terceira corrida da F1 nos EUA

CEO da pista de Miami vê possibilidade de sediar corridas de Indy e Nascar e diz que mais corridas de F1 nos EUA trariam ainda mais fãs

O circuito de Miami, que fará sua estreia na F1 na próxima temporada, em etapa marcada para 8 de maio, já se joga na possibilidade de hospedar outras categorias de automobilismo dos Estados Unidos. Tom Garfinkel, diretor-executivo do time de futebol americano Miami Dolphins e do Hard Rock Stadium, onde está o circuito, foi quem abriu o caminho para a pista contar com Indy e Nascar, apesar de admitir dificuldades logísticas.

O estádio é casa do futebol profissional de futebol americano da cidade e, além do mais, recebe outros eventos esportivos.

“Acho que é possível, mas a pequena janela de tempo para se programar seria um desafio”, disse à revista estadunidense Racer. “Antes da corrida, temos o Miami Open de tênis ao final de março, todos os anos, e a temporada de futebol americano. Então será limitado ao que pudermos fazer na pista fora desses eventos, já que ela foi projetada visando um fim de semana de F1”, afirmou Garfinkel.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Austin não recebe etapa da Fórmula 1 desde 2019 (Foto: Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Com a entrada de Miami no calendário, os Estados Unidos passam a sediar duas corridas por ano. A outra, claro, é no Circuito das Américas, em Austin, que não acontece desde 2019 devido à pandemia de Covid-19. Para Garfinkel, duas etapas no país não é o limite. O executivo afirma que uma quantidade maior de corridas no país ajudaria a formar uma base de fãs.

“Não conversamos com o Circuito das Américas ainda, mas quanto maior o número de corridas que conseguirmos trazer, maior o número de fãs que vamos conquistar. É bom para todo mundo. Eu adoraria ver uma terceira corrida nos Estados Unidos, se possível, no futuro e se a F1 decidir que é o que querem. Acreditamos em surfar junto à maré, então se você for fã de automobilismo e F1, quanto mais corridas nos EUA, melhor”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar