Com contrato renovado, Massa usa peso da idade a seu favor: “A experiência conta em muitos aspectos”

Garantido na Williams para a temporada 2016 da F1, Felipe Massa afirmou que não sente o peso de seus 34 anos. Brasileiro garantiu motivação e disse que a experiência também ajuda muito nas disputas ao longo da temporada

A Williams confirmou que na manhã desta quinta-feira (3) a renovação do contrato de Felipe Massa para a temporada 2016 da F1. Aos 34 anos, o brasileiro garantiu presença naquela que será seu 14º ano no Mundial.
 
Em uma temporada marcada pela presença de um piloto de 17 anos no grid — Max Verstappen —, o 'tiozão' Massa afirmou que não sente o peso da idade e garantiu que se vê bastante em forma e muito motivado.
Felipe Massa e Valtteri Bottas vão continuar como companheiros de equipe na Williams em 2016 (Foto: Williams)
“Eu, honestamente, ainda me sinto jovem”, disse Felipe durante a coletiva de imprensa promovida pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) em Monza. “Eu sempre faço o meu melhor. Me sinto rápido, me sinto competitivo e, definitivamente, a experiência ajuda em muitos aspectos também. Estou feliz com o que eu aprendi até aqui”, destacou. 
 
“E, também, quando você vê que está competindo com jovens pilotos e mostra boa velocidade na classificação, na corrida, uma boa performance, é sempre bom, uma sensação boa, então você sempre compete pelo melhor resultado que pode”, seguiu. “É isso que te dá prazer e posso dizer que ainda tenho muito prazer com as corridas, com os resultados que conquisto — às vezes não, mas às vezes sim. Ainda sinto que tenho uma boa motivação, não termino as corridas cansado ou algo assim”, completou.
 Também, Felipe comentou o erro cometido pela Williams no primeiro pit-stop de Valtteri Bottas em Spa-Francorchamps, quando o time colocou três pneus macios e um médio no FW37 #77. Na visão do brasileiro, erros podem acontecer, mas é preciso trabalhar para que eles não se repitam.
 
“Às vezes, erros podem acontecer no nosso trabalho, mas, com certeza, quando os erros acontecem, nós não podemos repeti-los”, ressaltou. “Nós estamos sempre tentando melhorar as coisas quando vemos que não estão funcionando do jeito que nós queremos. Nós sempre queremos tudo perfeito, queremos fazer tudo corretamente”, continuou. 
 
“Isso é parte do trabalho que fazemos de corrida para corrida, das mudanças que fazemos de corrida para corrida”, ressaltou. “Qualquer erro que aconteça, o que pode acontecer, nós estamos sempre trabalhando para que isso não se repita. É isso que estamos fazendo como um time”, encerrou. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube