F1

Com expectativa de premiação menor na F1, Haas fica “pensativa” sobre orçamento

A Haas já sabe que vai acabar com premiação menor na F1 para 2020, consequência da performance ruim em 2019. Guenther Steiner diz já pensar no problema, apesar de garantir que não se trata de uma questão “existencial”

Grande Prêmio / Redação GP, de Berlim
Um ano após terminar o Mundial de Construtores em quinto, a Haas sofre para ir além do nono lugar em 2019 na Fórmula 1. Além de decepção, isso representa uma perda significativa de dinheiro da premiação relativa aos resultados da temporada. Mesmo que o resultado ainda não seja definitivo, o chefe Guenther Steiner já reconhece que será necessário repensar o gasto de dinheiro em 2020.
 
“Como sempre, se você perder muito dinheiro, você fica pensativo sobre como não gastar dinheiro no próximo ano”, apontou Steiner. “Não é um problema existencial, mas certamente não é como se não importasse. É um meio-termo. Nunca é bom administrar menos dinheiro, como sabemos”, seguiu.
 
Caso a Haas não consiga ao menos superar a Alfa Romeo na briga pelo oitavo lugar, onde tem um déficit de 7 pontos, 2019 será o ano de pior resultado da história. Anteriormente a equipe nunca tinha ficado fora do grupo de oito melhores.
A Haas já pensa em um futuro com menos dinheiro (Foto: Haas)
O problema financeiro ficou agravado por conta de uma particularidade da Haas de 2019 – usar carros de configurações diferentes, uma atualizada e outra do GP da Austrália, para entender problemas de performance. Steiner não se arrepende, mas reconhece que gastou mais dinheiro do que gostaria.
 
“É muito caro. Se você não ganha nada, é um desperdício”, disse, recordando o experimento. “Mas também acho que aprendemos com isso. Nós sabemos onde estamos e o que não devemos fazer. Agora precisamos nos assegurar de que o carro do ano que vem não tenha um problema parecido. Ao menos sabemos sobre o problema, que é o primeiro passo para evoluir. É questão de saber o que não devemos fazer, o que causou a perda de performance”, encerrou.
 
A próxima etapa da F1 é o GP do Japão. A etapa em Suzuka é a 17ª da temporada 2019. 
 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.