Com perspectiva de mudança de dono na F1, Mercedes avisa: “Queremos alguém com visão de futuro”

Toto Wolff já falou sobre o novo proprietário que a F1 vai ter até o final do ano. O chefe da Mercedes não escolheu um candidato favorito, mas cobrou visão de futuro

Toto Wolff já resolveu se pronunciar em relação à informação desta terça-feira (6) de que a F1 terá novo proprietário até o final da temporada 2015. O chefe da Mercedes não se manifestou defendendo nenhum dos prováveis candidatos, mas pediu que o novo dono da categoria tenha visão de futuro.
 
Sobre a bomba lançada por Bernie Ecclestone, o austríaco da Mercedes comentou que o chefão da categoria sempre busca boas manchetes.
 
“Bernie é sempre muito bom para manchetes. E manchetes e controvérsias fazem parte da F1”, disse.
 
O chefe da Mercedes elogiou algumas ações do CVC, que controla a categoria atualmente, mas reconheceu que, uma hora, o grupo deixaria a categoria.
 
“O CVC controla a categoria há um bom tempo. Alguns investimentos tiveram resultados bem interessantes para a F1. Mas, estava bem claro que uma hora eles iam querer vender o negócio, não é o principal foco deles”, continuou.
Toto Wolff só quer que o novo proprietário da F1 tenha visão de futuro (Foto: AP)
Wolff deixou claro qual é a principal missão do novo proprietário: pensar no futuro da categoria.
 
“O que é importante para a gente é que tenhamos um proprietário totalmente preocupado com a categoria e que tenha uma boa visão. Queremos alguém que olhe tudo com perspectiva para o futuro”, afirmou.
 
Questionado se teria preferência por algum dos candidatos – Stephen Ross, QSI ou Sky –, o austríaco não quis revelar.
 
“Mesmo que eu tivesse preferência por algum deles, não diria. Vamos ver o que vai acontecer”, completou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube