Confira as declarações dos pilotos nesta sexta-feira de treinos livres do GP do Japão, 17ª etapa da temporada 2016 da F1

O primeiro dia de treinos livres em Suzuka neste fim de semana foi marcado pelo domínio da Mercedes, que liderou as duas sessões com Nico Rosberg. Equipes como a McLaren se destacaram, colocando Fernando Alonso no top-10 tanto pela manhã quanto à tarde. A Force India também alcançou uma boa performance

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

O fim de semana da 17ª etapa da temporada 2016 do Mundial de F1 começou nesta sexta-feira (7), em Suzuka, com um novo domínio da Mercedes. Em grande fase nesta reta final do campeonato, Nico Rosberg superou Lewis Hamilton nas duas sessões de treinos livres no circuito japonês. A Ferrari se mostrou próxima, sobretudo no treino realizado nesta tarde, com Kimi Räikkönen, apenas 0s3 mais lento em relação a Rosberg. A Red Bull veio logo atrás, em que pese o fato de Daniel Ricciardo não ter conseguido marcar uma boa volta na fase final do segundo treino.
 
A Williams teve uma jornada apagada em Suzuka, sobretudo com Felipe Massa. Por sua vez, Felipe Nasr fez o que era possível com um carro pouco eficiente como é o Sauber C35. Ainda assim, o brasileiro conseguiu marcar o 15º na primeira sessão. Felipe definiu a sexta-feira como um dia bastante produtivo.
 
Outras equipes tiveram um dia positivo. Caso, por exemplo, da Force India, que conseguiu colocar Sergio Pérez e Nico Hülkenberg no top-10 dos dois treinos livres desta sexta-feira. Mesmo caso também de Fernando Alonso, que conta com a nova versão do motor Honda em Suzuka. Jenson Button, por sua vez, enfrentou problemas com o acerto do carro e ficou sempre no pelotão intermediário, sem conseguir mostrar a melhor performance do carro da McLaren.

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Sergio Pérez durante o segundo treino livre em Suzuka, no Japão (Foto: Force India)
A seguir, confira as declarações dos pilotos após o primeiro dia de treinos do GP do Japão de F1.
 
FORCE INDIA
 
Sergio Pérez (TL1, oitavo; TL2, sexto): “Parece que vamos ter um fim de semana promissor com base na nossa performance hoje. Claro, as condições da pista foram muito boas, e você nunca sabe o que o restante do fim de semana vai trazer, mas hoje tudo correu muito bem. Parecemos bem competitivos em muitas condições, tanto com pouco combustível como também com o tanque mais vazio, e também com todos os tipos de pneu. O acerto do carro foi muito bom desde o começo do dia e nada mudou muito depois disso.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Nico Hülkenberg (TL1, sétimo; T2, sétimo): “Não há muita coisa para dizer porque foi uma rotina, o padrão de um dia de treinos. Trabalhamos sobretudo com o planejamento sem dramas e coletamos todas as informações sobre os tipos de pneus. Parecemos bem competitivos, mas são apenas treinos, então eu espero diferenças bem mais apertadas amanhã, quando vamos encarar a classificação. Eu me sinto otimista porque começamos bem e porque já estou bem feliz com o equilíbrio do carro.”

 
 
McLAREN
 
Fernando Alonso (TL1, nono; TL2, oitavo): “Foi um dia difícil no gera. Nosso objetivo mais importante nesta tarde foi compreender os pneus em long-runs, e fizemos isso. No entanto, ainda não estamos satisfeitos com o acerto do carro e precisamos fazer mais algum trabalho nesta noite. Ainda estamos investigando a causa da rodada nesta manhã, parece que houve alguns problemas com a asa traseira. Felizmente, o carro não ficou danificado e continuamos até o fim do primeiro treino. Precisamos encontrar algo novo nesta noite. Só espero que não chova no terceiro treino amanhã, já que precisamos entender as mudanças que estamos fazendo nesta noite antes da classificação e da corrida. Alcançar o Q3 pode ser bem complicado agora.”
 
Jenson Button (TL1, 13º; TL2, 16º): “No ritmo de volta lançada, o carro não pareceu tão ruim. Eu só consegui fazer uma boa volta nesta tarde. Mas se a gente conseguir encaixar uma boa volta, o que espero que eu possa fazer amanhã, vamos conseguir avançar ao top-10. Entretanto, nosso ritmo em long-run é mais que um problema, e isso é algo que nós precisamos resolver, já que isso costuma ser um ponto forte meu, e não foi o caso hoje. A degradação dos pneus é significativa, e estamos analisando os motivos. Acho que algo não está muito certo no que diz respeito a um problema no acerto, mas espero que possamos resolver isso amanhã. Adoraria que a chuva viesse, e isso poderia nos ajudar a ter uma chance de um bom resultado aqui.”
 
 
WILLIAMS
 
Valtteri Bottas (TL1, décimo; TL2, nono): “Acho que foi uma sexta-feira muito tranquila. Nós fizemos tudo o que tínhmos planejado e não tivemos grandes problemas. Quanto ao equilíbrio, eu já estava satisfeito com o carro, mas nós ainda precisamos focar na performance do pneu. Acho que tirar mais performance para extrair do pneu macio durante uma volta lançada é a chave, e então, nos long-runs, nós precisamos ter todos os compostos de pneu funcionando 100%.”
Carlos Sainz ficou satisfeito com os trabalhos da Toro Rosso nesta sexta-feira (Foto: Red Bull Content Pool)
 
TORO ROSSO
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Carlos Sainz (TL1, 11º; TL2, décimo): “Foi um dia desafiador. Obviamente, uma pista como Suzuka é muito desafiadora em relação ao acerto e ao piloto, mas curti muito estar lá fora hoje. Guiar aqui faz com que este seja um dos mais empolgantes finais de semana do ano para mim. Curto muito cada volta, não importa se seja durante um short-run ou um long-run, é simplesmente fantástico. Estou feliz com hoje. Conseguimos completar muitas voltas sem problemas e, do ponto de vista da performance, acho que parece muito com a Malásia: parecemos bem na sexta-feira, mas sabemos que não vai ser fácil fazer a mesma coisa ao longo de todo o fim de semana. Terminar o dia aqui no top-10 é muito bom e vamos fazer nosso melhor para tirar o máximo do potencial do carro durante o fim de semana.”

 
Daniil Kvyat (TL1, 11º; TL2, 14º): “Foi uma sexta-feira decente, fizemos um bom trabalho. Meus trabalhos ficaram um pouco comprometidos no segundo treino, mas sabemos que amanhã, no terceiro treino, nós vamos voltar ao normal e vamos ver onde nós estamos na comparação com os outros. Coletamos muitas informações a respeito dos pneus, que é o que nós queríamos, e agora nós temos informações suficientes para analisar nesta noite. Considerando o que aconteceu hoje… Vou provar um sushi de polvo no jantar hoje à noite.”
 
 
HAAS
 
Romain Grosjean (TL1, 14º; TL2, 13º): “Primeiro de tudo, [Suzuka] é sempre uma grande pista para guiar. Nós divertimos muito aqui. Claramente, tivemos alguns problemas com os freios hoje, o que não tornou nossa vida fácil, mas estamos trabalhando em cima disso. Nós ainda temos muito trabalho a ser feito nesta noite para tentar equilibrar o carro. Esta é uma das pistas onde os tempos são muito apertados. 0s2 podem fazer uma grande diferença. Tomara que a gente possa encontrar isso.”
 
Esteban Gutiérrez (TL1, 17º; TL2, 17º): “Foi um dia muito complicado. Nós tentamos experimentar um pouquinho de tudo, tentando encontrar o melhor em cada área do carro. Agora nós temos uma ideia muito boa. Testamos muitas coisas, então já podemos estar prontos para amanhã. Infelizmente, terminamos com um problema nesta tarde, mas isso não vai nos prejudicar em continuar com nosso programa para o sábado e nosso foco na classificação.”
 
 
RENAULT
 
Kevin Magnussen (TL1 1, 19º; TL2 2, 15º): “Fizemos muitas simulações hoje e tudo correu muito bem. Terminei o dia com o 15º melhor tempo, o que é sempre bom de se ver, mas é apenas sexta-feira e ainda muito cedo para tirar qualquer conclusão. O carro parece bom; temos um pouco de trabalho a fazer agora para deixarmos tudo pronto para amanhã, mas as coisas parecem ser encorajadoras.”
 
Jolyon Palmer (TL1 1, 22º; TL2 2, 18º): “Foi uma pena perder tempo no primeiro treino nesta manhã, já que eu nunca havia andado aqui de forma apropriada antes. Em contrapartida, tudo correu bem durante a tarde e há muito mais por vir de ritmo do carro do que a minha volta mostrou. É um circuito um pouco técnico, então eu preciso ter as sequências corretas, e é nisso que vamos trabalhar para amanhã. Por outro lado, parece que nós temos um ritmo semelhante ao da Malásia. É um bom presságio para o restante do fim de semana.”  
 
 
SAUBER
 
Marcus Ericsson (TL1, 18º; TL2, 22º): “Foi um dia decente. Pela manhã, testamos configurações distintas pelo lado aerodinâmico, algo que nós temos de avaliar com maior profundidade. Depois, no segundo treino, fui um pouco azarado com as bandeiras amarelas, então foi mais difícil encontrar uma impressão do carro com pouco combustível. O long-run com pneus médios pareceu ok, mas nós precisamos analisar melhor as informações.”
 
 
MANOR
 
Pascal Wehrlein (TL1, 21º; TL2, 20º): “Eu estava realmente ansioso para andar nesta pista. Não é um circuito fácil de dominar, mas eu estou feliz até aqui, com uma sensação muito melhor no carro do que na última corrida. Parece que fizemos progresso, o que é bom. É uma pista incrível de pilotar, um desafio fantástico com curvas divertidas. Me sinto muito otimista, mesmo não sendo uma das melhores pistas para nosso carro. O mais importa é que encontramos um bom set-up e melhoramos aos poucos nas duas sessões. Tenho certeza de que ainda vamos conseguir extrair mais no TL3 para ficar melhor na classificação.”
 
Esteban Ocon (TL1, 20º; TL2, 21º): “Eu gostei muito do meu primeiro dia de treino por aqui. É uma pista muito técnica e exigente. Gosto de chicanes como um todo, e as daqui são bem rápidas. Estou curtindo. Tentamos algumas coisas diferentes no set-up e acho que acabamos em uma boa posição para amanhã. Nosso ritmo em trechos longos é promissor. Ainda dá para melhorar em ritmo de classificação, mas estou confiante de que vamos ter uma boa briga no domingo.”
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube