Confira declarações dos pilotos após sexta-feira de treinos livres do GP da China, segunda etapa da temporada 2017 da F1

O clima britânico de Xangai acabou com a sexta-feira de treinos livres da F1. A combinação de chuva com neblina significou que, somando o TL1 e o TL2, a bandeira verde só esteve acionada por 15 minutos. Max Verstappen foi o mais veloz

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A sexta-feira (7) de treinos livres em Xangai foi desperdiçada. Por conta da perigosa combinação de neblina com chuva, que impedia o helicóptero do autódromo de levantar voo em uma situação de urgência, ninguém conseguiu uma quilometragem significativa. Pouco mais do que 15 minutos do TL1 foram realizados sob bandeira verde, enquanto o TL2 foi cancelado por completo.
 
Max Verstappen anotou o melhor tempo do dia, 1min50s491 com pneus intermediários, e Felipe Massa surgiu na segunda colocação. Enquanto isso, Nico Hülkenberg atolou na brita. Mas isso tudo significou muito pouco: com a expectativa de tempo seco no sábado de classificação, o TL3 passa a ser uma sessão crucial para encontrar um bom setup para os carros.
 
Enquanto os pilotos esperavam eternamente nos boxes, o público até conseguiu garantir algum entretenimento. Fãs errando a grafia do nome de Sebastian Vettel ou se vestindo de Darth Vader na arquibancada acabaram sendo os pontos altos.
 
O clima desfavorável também serviu como base para uma discussão pertinente: não seria o caso de transferir a corrida do domingo, com previsão, ruim, para o sábado? A FIA considerou essa alternativa, mas logo descartou qualquer mudança no cronograma do GP da China.
A bandeira vermelha foi protagonista da sexta-feira em Xangai (Foto: AFP)

Confira as declarações:

WILLIAMS
 
Lance Stroll, terceiro: Não dá para mudar o clima, ele é o que ele é. Foi uma pena para nossos fãs não poderem nos ver na pista. Claro que não é ideal, especialmente porque é minha estreia aqui e estreia num F1 em pista molhada, então queria ter andado mais. As condições não eram de pista completamente molhada, então eu estava de pneus intermediários. Conforme a pista foi secando, foi ficando seco demais para eles. Dei apenas sete voltas, então ainda há muito a ser feito. Espero ter mais voltas antes da classificação. Vou focar no amanhã e tentar tirar o melhor disso."
 
TORO ROSSO
 
Carlos Sainz Jr, quarto: "Uma sexta-feira particular. Já que as condições climáticas não eram boas o bastante para o helicóptero voar, então passamos a maior parte do tempo na garagem. No TL1 ainda conseguimos uma volta de instalação e checar o carro, nos certificando que tudo estava funcionando. No TL2 eu não fui à pista, e fiquei 1h30min no cockpit assistindo a sessão. Parecia o sofá de casa! Pelo menos eu posso confirmar que estarei muito confortável quando sentar de novo lá amanhã. Amanhã o TL3 vai ser longo e intenso. Há muito a aprender em pouco tempo."
 
Daniil Kvyat, sexto: "Gostaria de agradecer aos engenheiros e mecânicos, que ficaram muito ocupados hoje. Claro que é uma pena que só pudemos dar algumas voltas de manhã e nenhuma à tarde. Surpreendentemente, pudemos coletar informações interessantes. Amanhã, se estiver seco, precisamos ficar alerta e tentar um programa limpo para completar o máximo de voltas que der. A previsão é de clima instável no resto da semana, então vamos ver. Pode ser uma corrida interessante."
 
HAAS
 
Romain Grosjean, quinto: Não foi uma tarde boa para ninguém: nós, fãs, telespectadores, alguém acordando na Europa… Demos algumas voltas, é melhor que nada, e tenho ideias para trabalhar. Iríamos fazer isso no TL2, mas, claro, não rolou. Será uma manhã de sábado bem movimentada e vamos pensar em como será a corrida. O carro não estava ruim hoje, então estou encorajado."
 
Kevin Magnussen, décimo: "Não aprendemos nada hoje, então espero que possamos conseguir alguma pilotagem amanhã. A previsão do tempo aponta uma melhora, vamos ver. Queremos guiar, ficar na pista, mas estava fora do nosso controle, o que podemos fazer?"
 
MERCEDES
 
Valtteri Bottas, nono: "Sinto muito pelos fãs e todo mundo que veio ver. Prometo que faremos o possível para tornar tudo mais animador na classificação e especialmente na corrida. Agradeço muito a esses nossos fãs leais. O clima amanhã parece bom, felizmente. Se estiver molhado no sábado ou no domingo, não é problema. Temos informação no pneu intermediário – mais ou menos o mesmo que os outros times, então na mesma situação. A pista seca é que será o ponto de interrogação agora, então espero que consigamos um TL3 sem chuva."
 
RENAULT
 
Nico Hülkenberg, 11º: Infelizmente não há muito o que dizer. Conseguir dar uma volta rápida com pneus intermediários, mas só. Fizemos um ajuste na reta dianteira, e eu estava começando outra volta rápida quando rodei na entrada da curva três. Infelizmente o carro acabou na brita, então foi o final do meu treino."
 
Jolyon Palmer, 15º: "Em termos de tempo de pista, não tivemos culpa. Infelizmente as condições climáticas permitiram que déssemos apenas três voltas de instalação. Estava muito escorregadio, mas fiquei feliz com os pneus intermediários pelo tempo limitado que usei. É uma pena para os fãs. Espero que o tempo melhore amanhã."
 
MCLAREN
 
Stoffel Vandoorne, 12º: "Não foi um dia legal. Ninguém quer esperar o carro ou esperar na garagem, então é uma pena que eu só tenha ido à pista hoje uma vez no TL1 e no molhado. Espero compensar amanhã, tomara que as condições sejam melhores. É verdade que temos partes novas e preferiríamos passar muito tempo na pista, mas é o melhor para todo mundo. Do meu lado, é a primeira vez que eu guio aqui, então compensar por isso é uma meta."
 
SAUBER
 
Marcus Ericsson, 13º: "Só conseguimos dar umas duas voltas no TL1 e em safety-car virtual. É decepcionante para todos nós e os fãs. Espero que as condições climáticas sejam melhores no resto do fim de semana para a gente ter um bom show."
 
Antonio Giovinazzi, 14º: "Infelizmente não deu para andar hoje, então não pudemos trabalhar o programa planejado – mas é o mesmo para todos. Espero que mude amanhã para podermos ter quilometragem antes da classificação."
FERRARI
 
Kimi Räikkönen, sem tempo: Hoje aprendemos nada. Depois da volta de instalação nós até queríamos voltar à pista, mas o treino foi interrompido. É uma pena, mas é a mesma coisa para todo mundo. Não dá para mudar o clima, às vezes isso acontece. Não foi um dia ideal, mas mesmo que tivéssemos andado hoje teria sido no molhado. Amanhã não deve chover. Devemos esperar e ver o que o clima trará e como as coisas serão."
FORCE INDIA
 
Sergio Pérez, sem tempo: "É sempre frustrante quando você não vai à pista, porque perde a chance de se preparar para o fim de semana. É também uma pena para os fãs: a arquibancada tinha bastante gente e apoiando. Espero que seja assim nos outros dias e que possamos dar algo a comemorar. Perder o dia foi um desafio não só por amanhã, mas também por domingo, porque o TL3 é curto demais para recuperar. Estou confiante: ainda acho que a falta de quilometragem pode nos dar uma oportunidade. Espero que possamos nos beneficiar."
 
Esteban Ocon, sem tempo: "Com apenas duas voltas, não aprendi muito hoje. Foi útil estar no carro, porque deu para entender as várias mudanças de elevação da pista. Tentei logo sair com os intermediários, mas claro que queria andar mais. Amanhã vai ser movimentado, especialmente no TL3, então minha esperança é as condições melhorem e completemos o programa. Espero que os fãs não estejam muito desapontados pela falta de ação."
 

PADDOCK GP #72 TRAZ ÁTILA ABREU E DISCUTE ETAPAS DA STOCK CAR, F1, INDY E MOTOGP

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube