Confira declarações dos pilotos após sexta-feira de treinos livres do GP de Abu Dhabi, 21ª etapa da temporada 2016 da F1

Os treinos livres da F1 em Abu Dhabi não apontam nada realmente surpreendente. Exceção feita à proximidade entre Red Bull e Ferrari, as práticas não fugiram muito do esperado. O grid de largada será definido neste sábado

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Não foi uma sexta-feira (25) de grandes surpresas, para falar a verdade. A Mercedes fez dobradinha nos dois treinos livres, sempre com Lewis Hamilton na frente de Nico Rosberg. As novidades de Abu Dhabi só parecem existir entre Red Bull e Ferrari: o resultado das duas práticas aponta para maior proximidade entre as duas, com os austríacos ainda sustentando alguma vantagem.

 
Testando o carro em ritmo de volta de classificação, Vettel ficou apenas 0s269 atrás do tempo de Hamilton no TL2, sendo o terceiro melhor. Claro, ainda significa pouco – a Red Bull não tem o hábito de testar o carro em seu limite na sexta-feira. Mas a expectativa de briga entre italianos e austríacos certamente existe.
 
Mais atrás, a Force India não parece empolgar tanto quanto no GP de Abu Dhabi de 2015, quando Sergio Pérez largou em quarto. Tanto o mexicano quanto Nico Hülkenberg não conseguiram superar a marca anotada por Valtteri Bottas, sétimo melhor. Mesmo assim, é muito improvável que a Williams esteja veloz o suficiente para conquistar o quarto lugar no Campeonato de Construtores, hoje em posse dos indianos por uma margem de 28 pontos.
 
Mesmo com poucas coisas ainda em aberto, o GP de Abu Dhabi precisa seguir em frente. O treino classificatório será disputado às 11h de sábado, mesmo horário da corrida no domingo.
Lewis Hamilton durante os treinos livres em Abu Dhabi (Foto: Mercedes)

Confira declarações dos pilotos após treinos livre em Abu Dhabi:

WILLIAMS
 
Valtteri Bottas, sétimo: "Para uma sexta-feira, tudo correu bem. No TL1, fizemos muitos testes relacionados à aerodinâmica e motor, então é difícil julgar do ponto de vista dos tempos. Mas no TL2 as coisas melhoraram e nós parecemos estar no mesmo lugar em que estávamos nas outras corridas. De novo estamos lutando com a Force India, mas eu sei que podemos evoluir para amanhã".
FORCE INDIA
 
Sergio Pérez, oitavo: "Foi um dia positivo para nós. Conseguimos completar um grande programa de testes e coletamos muita coisa útil. Olhando para os tempos, não vejo nenhuma surpresa: estamos onde esperávamos e conseguimos uma preparação interessante para o que vem pela frente. A pista melhorou muito entre as sessões, especialmente com a queda da temperatura do TL1 pro TL2, mas acho que estamos perto do ideal no que diz respeito ao acerto. Fizemos um bom trabalho, estou ansioso para amanhã".
 
Nico Hülkenberg, nono: "Só estive no carro na sessão noturna, mas isso não foi uma grande desvantagem, já que eram aquelas as condições próximas do que estarão na classificação e na corrida. Me senti bem no carro e rapidamente encaixei um bom ritmo. Ainda temos um pouco de trabalho para fazer em relação ao acerto do carro, mas acho que vamos melhorá-lo para amanhã".
Sergio Pérez durante o segundo treino livre em Abu Dhabi (Foto: Force India)
McLAREN
 
Fernando Alonso, 11º: "Nós estamos num estágio de aproveitar todos os minutos de pista já pensando em ajustes para o carro do ano que vem. Hoje foi um dia muito positivo nesse sentido, conseguimos ver muita coisa útil de configuração, já que a pista, especialmente no TL1, não era representativa para o que vamos ter na classificação e na corrida. No TL2, com temperaturas mais amenas, aprendemos um pouco sobre os pneus para a classificação. Foi um bom começo de fim de semana, espero que a gente se mantenha assim".
 
Jenson Button, 12º: "Foi sensacional usar meu capacete de 2009, as memórias são incríveis. Foi um bom dia para nós, apesar da troca que tivemos de fazer no motor. Acho que tiramos boas informações desse dia, apesar de ter sido um pouco conturbado. É bom guiar aqui e acho que nosso ritmo será melhor que nas últimas corridas, só precisamos de uma classificação sólida. Espero ter o melhor final de semana possível e quero estar mais forte amanhã".
 
HAAS
 
Esteban Gutiérrez, 13º: "Acho que melhoramos muitas coisas hoje. Nós conseguimos completar nosso programa, isso foi muito importante, especialmente pela variação tão grande que a temperatura sofreu entre uma sessão e outra. É importante a gente saber como o carro é afetado com isso. Temos muitos dados para analisar, vamos passar a noite estudando para termos as melhores escolhas amanhã".
 
Romain Grosjean, 14º: "Não foi a sexta-feira mais fácil da história. Tivemos problemas de manhã envolvendo os freios. Trabalhamos duro e acertamos os ponteiros para o TL2. Porém, mais um problema apareceu e não pudemos fazer o stint longo. Foi duro fazer os pneus funcionarem bem. Já sabemos que o TL3 não será decisivo para o resto da etapa, espero que a gente faça as escolhas certas na classificação e na corrida".
Kimi Räikkönen durante o primeiro treino livre em Abu Dhabi (Foto: Ferrari)
RENAULT
 
Jolyon Palmer, 15º: "Hoje tudo correu bem. Tivemos um bom acerto do carro e tudo que temos de corrigir é minimizar a degradação dos pneus com o tanque cheio. Senti que tivemos um ritmo bem decente hoje. Ainda há um ajuste-fino a ser feito, mas estamos no caminho".
 
Kevin Magnussen, 20º: "Tentamos coisas diferentes para o carro hoje e ainda temos muito trabalho pela frente. Não acho que estamos tão distantes de onde deveríamos estar, então, com alguma melhora, acho que faremos um bom trabalho no TL3 e na classificação".
MANOR
 
Esteban Ocon, 16º: "Estou bem satisfeito com o desempenho que tive. Pegamos algumas coisas importantes do Jordan no TL1 e isso foi útil para o carro melhorar no TL2. O carro teve um ótimo ritmo e foi muito bom guiar nessa pista. O fato de conhecer a pista me ajudou bastante a já chegar andando forte. Estou pronto para o restante do fim de semana".
 
Pascal Wehrlein, 17º: "Foi uma sexta-feira de bom aprendizado e que tentamos tudo o que queríamos. Tivemos uma pequena frustração no TL2, já que as mudanças que fizemos entre uma sessão e outra não funcionaram tão bem. O mais importante é que, no geral, o ritmo estava muito bom. Gostei da pista, mas é desafiadora, tem muitas curvas para o nosso carro. Mas eu amo correr de noite, é um belo fim de temporada".
Carlos Sainz durante o segundo treino livre em Abu Dhabi (Foto: Red Bull Content Pool)
SAUBER
 
Marcus Ericsson, 19º: "Foi um dia de sensações mistas. Estava tudo bem com os macios e os supermacios mas, por algum motivo, sofremos muito com os ultramacios. Principalmente com tanque vazio no TL2, faltou muita aderência. O nosso desafio para amanhã é ajeitar isso. Dei boas voltas hoje, agora precisamos ver mais alguns detalhes, mas estamos confiantes para o que vem por aí".
 

TORO ROSSO

Carlos Sainz, 21º: “Não demos todas as voltas que gostaríamos nos treinos livres, então foi uma sexta-feira muito difícil, com muitos problemas. O meu companheiros teve esses problemas (furos de pneu), por isso precisamos ser precavidos. Mas também é preciso dizer a sexta estava sendo muito boa até então. É verdade que tivemos problemas em Austin, voltamos a ter no Brasil, e aqui uma vez mais. Vinha sendo um dia de treinos muito mais tranquilo do que no ano passado, então é uma pena ter o fim de semana inteiro comprometido”.

Daniil Kvyat, 22º: “Só precisamos entender os furos. Vai ser uma investigação mais profunda depois do que aconteceu, já foram duas vezes no meu carro e perdi muito tempo de pista. O outro carro também perdeu quilometragem, não é legal. A noite de hoje vai ser para tentar entender o problema. Nos custou uma sexta-feira inteira, eu não fiz nada hoje. Vamos dar nosso melhor para sair da garagem amanhã, torcendo para o problema ter sido resolvido. Não há nada que eu possa fazer, estou dependendo da equipe nessas alturas”.

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube