Confira declarações dos pilotos após sexta-feira de treinos livres para GP da Inglaterra, nona etapa do Mundial de F1

Com 1min34s155, Nico Rosberg foi o mais rápido no primeiro dia de treinos livres para o GP da Inglaterra de F1. 0s189 mais lento, Lewis Hamilton ficou com a segunda marca, com Kimi Räikkönen completando o top-3

Nico Rosberg foi o mais rápido no primeiro dia de treinos para o GP da Inglaterra de F1. Nesta sexta-feira (3), o germânico cravou 1min34s155 em seu melhor giro, fechando o primeiro dia em Silverstone com 0s189 de vantagem para Lewis Hamilton, o segundo colocado.
 
0s347 mais lento que Rosberg, Kimi Räikkönen ficou com o terceiro posto no resultado combinado das duas sessões livres. Companheiro do finlandês na Ferrari, Sebastian Vettel aparece na sequência, cm Daniil Kvyat fechando o top-5.
Nico Rosberg acena para o público durante os treinos livres em Silverstone nesta sexta-feira (Foto: AP)
Daniel Ricciardo cravou 1min35s153 em sua melhor volta e ficou com o sexto tempo, à frente de Max Verstappen, Nico Hülkenberg e Carlos Sainz Jr. Felipe Massa fez sua melhor volta em 1min36s147 e completa o top-10.
 
Já 2s009 mais lento que o líder, Pastor Maldonado ficou com o 11º tempo, seguido por Valtteri Bottas, Sergio Pérez, Romain Grosjean e Fernando Alonso. Com 1min36s822, Felipe Nasr ficou em 16º.
 
Jenson Button aparece na sequência, com Susie Wolff, Jolyon Palmer, Marcus Ericsson, Raffaele Marciello, Will Stevens e Roberto Merhi completando a lista dos 23 pilotos que participaram dos treinos desta sexta.
 
Confira as declarações dos pilotos:
 
RED BULL
 
Daniil Kvyat, quinto: “O carro pareceu confortável hoje e nós completamos o nosso programa. Parece bom até aqui, mas é apenas sexta-feira, então temos o fim de semana pela frente e é cedo para fazer qualquer previsão. Nós temos algumas atualizações e elas estão nos dando o que precisamos, mais ou menos. Acho que amanhã saberemos mais sobre onde estamos com o nosso ritmo. Vamos trabalhar duro esta noite para tentar fazer o carro ir o mais rápido possível amanhã, assim como todos os times”.
 
Daniel Ricciardo, sexto: “Nós tivemos um dia bem bom hoje e parece tudo certo para amanhã. As posições são relativamente boas e acho que podemos ganhar mais alguma coisa em tempo de volta. Queremos tirar um pouco mais do carro e se pudermos dar os passos que achamos que podemos para amanhã, deveremos estar melhores”.
 
TORO ROSSO
 
 Max Verstappen, sétimo: “Nós podemos ficar felizes com hoje, especialmente se considerarmos que esta é a minha primeira vez guiando um carro de F1 em uma pista tão difícil quanto Silverstone. Estou satisfeito com o nosso ritmo e pela forma como o dia correu. Claro, ainda temos algum trabalho para fazer esta noite com o acerto, mas, no geral, foi um bom início para o fim de semana”.
 
Carlos Sainz Jr., nono: “Acho que foi um primeiro dia decente para nós aqui em Silverstone. Nós coseguimos completar todo o programa de hoje, então podemos ficar felizes e satisfeitos com isso. Nosso ritmo também não foi tão ruim, apesar de ser apenas sexta-feira, então precisamos ser cuidadosos, mas, mais uma vez, o Q3 e o top-10 na corrida devem ser as nossas metas para o fim de semana. Eu amo esta pista, até aqui eu diria que é a melhor do calendário da F1 e eu realmente curti bastante”.
Max Verstappen durante a segunda sessão de treinos livres em Silverstone (Foto: AP)
FORCE INDIA
 
Nico Hülkenberg, oitavo: “Foi uma sexta-feira boa, sem dramas e, no geral, um dia bem positivo. Quando você dá início a um novo pacote, isso é tudo o que você precisa, e conseguimos completar uma boa quilometragem. Encontramos performance nas retas: para uma primeira saída, tive uma impressão positiva, e isso é um sinal encorajador. A respeito das novas peças do carro, é sempre um passo na curva de aprendizado, então nós precisamos nos debruçar durante a noite para encontrar mais alguma margem para melhorar, mas estou bem otimista. A bandeira vermelha comprometeu nossos long-runs, portanto não acumulamos o máximo dos dados que nós queríamos, mas ainda conseguimos o bastante para nos colocar em uma boa posição”.
 
Sergio Pérez, 13º: “Acho que nós podemos ficar felizes com aquilo que representou um começo muito positivo com a especificação B. Tivemos boa quilometragem hoje, por isso há muito para analisar e aprender, mas sinto que definitivamente demos um passo em frente, que é o que a equipe estava esperando. É sempre uma tarefa complexa aprender sobre as novas peças em apenas duas sessões, mas, na minha última saída no treino, eu me senti confortável, e isso é promissor para a corrida. A classificação será interessante porque há muitos caminhos em que nós podemos percorrer, apenas precisamos escolher o rumo certo”.
 
LOTUS
 
Pastor Maldonado, 11º: “Senti que hoje estava muito escorregadio. O carro mostrou um bom potencial. Definitivamente, está lá, mas nós ainda precisamos trabalhar no equilíbrio em curvas de alta velocidade contra as de baixa, então podemos melhorar em extrair o máximo dos pneus. O composto mais duro é desafiador para nós, como vimos ao longo de toda a temporada, apesar de a pista estar melhorando volta a volta e ainda ter como melhorar a aderência”.
 
Romain Grosjean, 14º: “Não posso dizer que esperava estar limpando meu carro no decorrer do treino, mas quando o carro voltou para a garagem, quis ajudar a minha equipe a nos aprontarmos para voltar para a pista. Não foi uma tarde fácil na pista, já que tivemos dificuldades em fazer esses pneus funcionarem da maneira que gostaríamos com as diferentes particularidades deste circuito. Ainda não tivemos tempo de avaliar as informações, mas, com certeza, vamos trabalha para retificar o que está nos incomodando para chegarmos prontos para a classificação de amanhã”.
Romain Grosjean teve de pegar uma flanela e ajudar os mecânicos depois de rodar (Foto: Reprodução/ŦV)
Jolyon Palmer, 19º: “Fiquei muito feliz de guiar na frente de minha torcida de casa. Foi realmente especial guiar um carro de F1 em um bom e ensolarado dia em Silverstone. A sessão começou bem para mim, a primeira saída foi limpa e aí nós tentamos algo diferente com o acerto, mas não funcionou, então o carro ficou bem difícil depois disso. Foi um dia um pouco misto para mim e o time, mas nós claramente temos potencial para coisas melhores amanhã”.
 
 WILLIAMS
 
Valtteri Bottas, 12º: “Perder o primeiro treino significa que eu passei algum tempo no TL2 me acostumando com as condições e com a aderência da pista. Olhando para os tempos de volta, temos de encontrar um pouco de tempo de volta, mas nós estamos melhorando o equilíbrio e temos mais algumas mudanças para fazer que vão ajudar. Tive dificuldade com a temperatura do pneu em uma volta, então este será o foco desta noite para mim”.
 
Susie Wolff, 18ª: “Foi ótimo voltar ao carro, especialmente aqui em Silverstone. Não é fácil voltar ao carro depois de tanto tempo, então estar a oito décimos do tempo do Felipe não é ruim. Deixei um pouco na mesa, mas completei o meu programa. O time fez um ótimo trabalho para me deixar pronta e completamente preparada, então sou grata a eles por isso”.
 
McLAREN
 
Fernando Alonso, 15º: “Hoje foi mais ou menos como esperávamos. Andamos pouco e só tentamos dar voltas com qualidade. Não estava fácil para ninguém, vimos muita gente escapando, mas é assim que é. Esperançosamente vamos encontrar algo a mais para amanhã. Bater a Sauber para chegar ao Q2 vai ser complicado, então vamos fazer o nosso melhor amanhã e então nos concentrar em terminar a corrida”.
Fernando Alonso durante a segunda sessão de treinos livres em Silverstone (Foto: Beto Issa)
Jenson Button, 17º: “Andamos muito pouco hoje, menos ainda do que o planejado. Tivemos que ficar um pouco mais tempo parados para trocar algumas peças. Mas demos um pequeno passo com o acerto do carro no fim da tarde. Ainda há mais ritmo para ser encontrado. Para nós, este fim de semana será sobre entender o pacote que temos. A cada vez que saímos do carro, damos um passo à frente com o equilíbrio e o acerto. Não vamos pensar nos pontos no domingo, mas este pode ser um fim de semana difícil para nós. Hoje à noite, vamos fazer mudanças grandes no acerto, e devemos estar melhores amanhã. Adoraria conseguir um grande resultado em frente da minha torcida, mas isso vai ser difícil neste ano”.
 
SAUBER
 
Marcus Ericsson, 20º: “Foi um dia produtivo. Não fiz o TL1, então levou algum tempo para encontrar um bom ritmo nesta pista técnica, mas, perto do fim da sessão, me senti bem confortável no carro. Nós ainda temos que trabalhar do lado do acerto para poder encontrar um equilíbrio mais satisfatório para o carro.”
 
Raffaele Marciello, 21º: “Foi a minha primeira vez guiando um carro de F1 aqui em Silverstone. Foi um pouco difícil, já que o carro escapava de traseira, principalmente na entrada das curvas. Isso me limitou um pouco na hora de carregar velocidade na curva. No geral, foi importante termos completado o nosso programa. Nós testamos acertos diferentes no carro e fizemos avaliações aerodinâmicas’.
 
MANOR MARUSSIA
 
Will Stevens, 22º: “Acho que foi um bom início para o fim de semana de corrida de casa. O desenvolvimento do nosso carro parece estar funcionando bem e há, com certeza, mais coisa para vir. O equilíbrio do carro é bom, então estamos em um bom lugar para começar o fim de semana e acho que temos uma companhia interessante em relação aos carros que estão no nosso redor. O apoio que recebemos até agora da nossa torcida de casa tem sido incrível, então tomara que possamos ter uma boa classificação amanhã”.
 
Roberto Merhi, 23º: “Foi muito bom para nós testar as atualizações aerodinâmicas que temos para este fim de semana. Ainda não estou muito feliz com o carro e, com certeza, podemos continuar melhorando antes da classificação, então apenas precisamos dar uma boa olhada nas informações de hoje e ver como podemos alcançar isso”.

#GALERIA(5374)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube